A Embraer e a Kenya Airways anunciaram hoje, durante o Farnborough Airshow, na Inglaterra, a assinatura de um contrato de vários anos para a companhia aérea aderir ao Programa de Planejamento Colaborativo de Estoques da Embraer (ECIP, na sigla em inglês).

No âmbito deste programa, a Embraer assumirá o planejamento e a reposição de uma parte considerável do estoque de peças de reposição dos 15 jatos Embraer E190 operados pela Kenya Airways.

O programa faz parte de um conjunto de serviços que a Embraer oferece ou está em desenvolvimento para dar suporte à crescente frota mundial de aeronaves Embraer através da TechCare, a nova plataforma que reúne todo o portfólio de produtos e soluções para entregar a melhor experiência de serviços e suporte. Os principais benefícios do programa ECIP incluem disponibilidade garantida de peças, estoque otimizado com custo reduzido de manutenção de estoque, preços fixos de peças de reposição, prazos menores e serviço de entrega porta-a-porta.

“Ter a Kenya Airways como cliente do ECIP é um forte apoio para o programa e para a Embraer Serviços & Suporte em geral, provando que nossos clientes podem obter o suporte de última geração do OEM (Original Equipment Manufacturer) com um valor competitivo”, diz Johann Bordais, CEO da Embraer Serviços & Suporte | TechCare.

“Com o programa ECIP, poderemos otimizar nosso estoque e, ao mesmo tempo, aumentar a disponibilidade de peças de reposição para nossas aeronaves”, afirma Ron Lussier, diretor de Gestão de Materiais da Kenya Airways.

Lançado em 2002, o ECIP aproveita o grande estoque de peças descartáveis, o poder de compra global e um programa sofisticado para planejar e estocar com precisão as peças contratadas com o melhor preço possível.

As aeronaves da Embraer operam na África desde 1978, quando o primeiro turboélice Bandeirante chegou ao continente. A companhia continua consolidando sua presença na crescente indústria de aviação da região oferecendo as melhores soluções em serviços e suporte aos clientes.