Foto - Embraer

A Embraer está quase fechando o contrato de venda do KC-390 para a Força Aérea de Portugal, contemplando cinco aeronaves com funções para realizar múltiplas missões, inclusive de avião-tanque (KC).

O contrato final está sendo discutido no momento entre a Embraer e o Governo Português, de acordo com o presidente-executivo da empresa brasileira, Paulo Cesar Silva. 

De acordo com Paulo, as entregas para Portugal começarão em 2021, e isso está estipulado em contrato, com o país, uma opção para adquirir mais uma unidade também está incluída.

Vale ressaltar que Portugal participa do processo de construção do KC-390, através da Ogma, uma empresa nacional que é responsável pela fabricação de várias estruturas principais do KC-390.

“Portugal é um grande parceiro nosso. Estamos felizes com o relacionamento ”, diz Silva.

Foto – Embraer

O KC-390 é capaz de executar diversas missões, como transporte de carga, lançamento de tropas ou de paraquedistas, reabastecimento aéreo, busca e salvamento, evacuação aeromédica e combate a incêndios, além de apoio a missões humanitárias.

A aeronave pode transportar até 26 toneladas de carga a uma velocidade máxima de 470 nós (870 km/h), além de operar em ambientes hostis, inclusive a partir de pistas não preparadas ou danificadas.

Enquanto isso a Embraer caminha para entregar no prazo o primeiro KC-390 da Força Aérea Brasileira, para a Ala 11 no Rio de Janeiro.

A aeronave também será exibida durante a RIAT (Royal International Air Tattoo) e a feira de Farnborough, os dois são grandes eventos de aviação, com maciça presença das maiores indústrias e clientes do mundo.