A Embraer terminou esta semana com uma queda geral de 8,42% no valor de suas ações (EMBR3), analisando o período de terça-feira até o fechamento, nesta sexta-feira.

Somente nesta sexta-feira (13/07) as ações da Embraer na Bovespa (EMBR3.SA) tiveram uma queda de valor de 4,62%, indo de R$ 21,79 na abertura e fechando em R$ 20,66.

O grande motivo foi a declaração do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, logo após a reunião com o Presidente da Embraer, Paulo Cesar de Souza e Silva. Pela não garantia dos empregos no acordo com a Boeing, o sindicato será contra a parceria entre as empresas, e pretende pressionar o governo pelo veto.

Na semana a Airbus também apresentou os antigos jatos regionais da Bombardier, na faixa de 100 a 160 assentos, como seus aviões, e no mesmo dia fechou um contrato para fornecer até 120 aviões do modelo A220-300 com a JetBlue, até então operadora de uma grande frota de E-Jets da Embraer.

Esse contrato mostrou os efeitos que a parceria da Bombardier com a Airbus teve no programa CSeries.