Jato executivo da Embraer Praetor 600

A Embraer decidiu por mudar a linha de fabricação das aeronaves Legacy 450/500 e o novo Praetor 500/600 de São José dos Campos para a unidade de Gavião Peixoto.

Segundo uma publicação do site AIN Online essa medida foi tomada por causa da joint venture entre a Embraer e a Boeing que deu origem a Boeing Brasil Commercial. Já as operações finais, como teste de voos acontecerão na fábrica da empresa em Melbourne, na Flórida.

A Unidade de Gavião Peixoto tem um bom espaço lá se concentra a linha de produção do cargueiro militar KC-390 e também será a sede de construção das unidades do caça Gripen NG que serão construídas em solo nacional.

No comunicado oficial da empresa sobre a mudança de local da linha de produção, foi dito que a linha pesada de construção dos jatos continuará sendo feita no Brasil. “Não, A fabricação de jatos executivos permanecerá no Brasil”, diz o presidente da Embraer, Paulo César de Souza e Silva.

Fonte de apoio: AIN Online/ Ataptação: Aeroflap