Foto - Divulgação

A Embraer está negociando com bancos uma ajuda financeira estimada US$ 600 milhões para quitar dívidas.

Segundo o site Money Times, o BNDES vai fornecer cerca de 50% do empréstimo, já o restante desse valor será fornecido por outros bancos, incluindo o Banco do Brasil, o Banco Santander Brasil e o Banco Bradesco.

Esse acordo financeiro está sendo realizado para que a empresa não voltasse às mãos do governo, informou o site. De acordo algumas fontes que não quiseram se identificar, a discussão para a dívida é de dois a três anos para o pagamento, e que as devidas regras estão sendo negociadas, uma delas seria a preservação de empregos.

Foto – Embraer

Em nota, a Embraer afirmou que a empresa, o BNDES e outros bancos, no Brasil e no exterior, “estão discutindo propostas de financiamento, principalmente uma voltada para financiamento ao capital de giro para exportações (BNDES Pré-Embarque), que não altera o atual quadro acionário da Companhia, provendo capital de giro, reforço de capital e possibilitando a melhoria do perfil de endividamento.”

A empresa não comentou o tamanho da transação.

Vale ressaltar que o governo tem um controle na parte militar, chamado Golden Share, porém o controle total da empresa em relação ao governo foi encerrado em 1994.

 

DEIXE UMA RESPOSTA