Embraer negocia potenciais parcerias em aeronaves turboélice, diz executivo

Embraer turboélice

(Reuters) – A Embraer está negociando com potenciais parceiros para desenvolver uma nova aeronave turboélice, disse o chefe da unidade de aviação comercial da empresa à Reuters.

“Estamos em negociações ativas sobre parcerias (para turboélice), mas não posso entrar em mais detalhes agora”, disse o presidente-executivo de aviação comercial, Arjan Meijer.

“O tipo de parceria, seja industrial ou financeira, é amplamente aberta. Estamos examinando todas as opções, ou pode ser uma combinação das duas … Não estamos descartando ninguém neste momento.”

A Embraer trabalha em dois projetos simultâneos para desenvolver aviões do tipo turboélice.

O primeiro projeto está sendo estudado desde 2019, e engloba o desenvolvimento de um turboélice voltado para a aviação regional, com capacidade entre 70 a 90 passageiros. Ultimamente a Embraer até demonstrou um pouco das suas perspectivas para a nova aeronave.

Neste primeiro projeto a Embraer já demonstrou a intenção de firmar parcerias, apesar de ter ampla experiência no mercado de aviões comerciais, executivos e militares.

O segundo projeto, apresentado inicialmente pela FAB, se chama STOUT, para desenvolver um substituto moderno do Embraer EMB-120 Brasília, equipado com uma propulsão que combina motores a combustão e elétricos (híbrido).


 

DEIXE UMA RESPOSTA