Embraer retira algumas linhas de jatos executivos do mercado

Embraer
Foto - Embraer

Nas últimas semanas a Embraer retirou de linha algumas aeronaves da divisão de jatos executivos.

Agora a Embraer vai focar somente na venda da linha Phenom 100 e 300, bem como os novos Praetor 500 e 600. A Embraer também retirou automaticamente de linha os jatos Legacy 450, 500 e 650, e também o maior Lineage 1000, que tem como base o E190-E1. 

Os clientes que tem essas aeronaves continuarão com todo o suporte da fabricante para realizar reparos e alterações.

“No entanto, poderemos continuar produzindo o Legacy 450 e o Legacy 500 para alguns clientes estratégicos”, disse uma porta-voz da Embraer. “Isso não altera nosso compromisso contínuo com nossos clientes [por] serviços e suporte”.

A fabricante brasileira entrou no mercado de jatos executivos em 2001 com o Legacy 600, uma variante do jato regional ERJ-135. Em seguida, com o Lineage 1000 em 2006; Phenom 100 em 2008; Phenom 300, e o atualizado Legacy 650 em 2009.

Em 2014 e 2016 a Embraer concluiu o lançamento do Legacy 450 e 500, mas em 2018 e 2019 atualizou essas aeronaves para lançar a linha Praetor. Ao longo do caminho a fabricante brasileira também aprimorou a linha Phenom, como os modelos 100EV e 300E.

 

DEIXE UMA RESPOSTA