Embraer tenta negociar com sindicato, que rejeita colocar proposta em votação

Embraer

A Embraer informou que, na audiência de mediação ocorrida hoje (08/09) no Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, a empresa apresentou uma proposta de extensão dos benefícios de assistência médica e auxílio-alimentação aos colaboradores desligados.

Contudo, o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos se manteve intransigente, recusou a proposta e nem mesmo se dispôs a levá-la para apreciação dos metalúrgicos através de assembleia.

Sem o sindicato colocar em votação, não há como fazer uma escolha coletiva por parte dos trabalhadores.

A negociação tem relação com a última demissão de aproximadamente 900 funcionários, comunicada pela Embraer na semana passada. O sindicato ameaçou realizar uma greve, no entanto, a fabricante brasileira diz que a produção segue normalmente, sem indícios de greves.

A Embraer disse em nota que continua aberta à negociação, como sempre fez desde o início do processo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA