Emirates já reembolsou US$ 1,9 bilhão aos passageiros

Foto/Divulgação: Emirates

Em tempos de crise no setor aéreo, as companhias aéreas entendem que a situação não está fácil nem para elas, nem para os clientes. Devido a isso, a maneira de implementar as regras de remarcação e reembolso mudaram totalmente afim de manter a confiança do cliente e ser mais flexível. 

Cerca de US$ 1,9 bilhão foram reembolsados pela Emirates a seus clientes, um montante que se resulta em 90% do caixa da companhia atualmente, após os reembolsos. A Covid-19 fez com quase uma totalidade dos viajantes adiassem ou cancelassem suas viagens pelo mundo. 

Em comunicado, o presidente da Emirates Tim Clark, entende a necessidade do momento em ter passagens canceladas e a obrigação em honrar todos os bilhetes ou reembolsos.

“Entendemos que, do ponto de vista de nossos clientes, cada solicitação de reembolso pendente é demais. Estamos comprometidos em honrar os reembolsos e estamos fazendo o possível para eliminar o acúmulo enorme e sem precedentes que foi causado pela pandemia”.

“A maioria dos casos são simples e serão processados ​​rapidamente. Mas há casos que levarão um pouco mais de tempo para que nossas equipes de clientes analisem e concluam manualmente. Somos gratos aos nossos clientes por sua paciência e compreensão”, concluiu Tim Clark.

Ainda em comunicado, a empresa disse que está trabalhando para ter um sistema mais flexível ao reembolso das tarifas a seus clientes, também através das compras feitas por agências de viagens.

 

DEIXE UMA RESPOSTA