Airlander 10 Dirigível

A Hybrid Air Vehicles (HAV), que está há alguns anos desenvolvendo o dirigível Airlander 10, apresentou um luxuoso interior para o seu novo projeto.

Neste interior podemos conferir como a empresa aposta em um conceito de “cruzeiro” voador, com muito conforto a bordo e direito até a um restaurante dentro da aeronave.

Além disso, o dirigível é considerado uma solução para viagens na Europa com emissão baixíssima de CO2, de acordo com a HAV. A aeronave pode transportar até 100 passageiros, com uma velocidade de até 130km/h utilizando apenas gás hélio e motores elétricos.

A meta é que este dirigível entre em serviço até 2025, de acordo com a HAV. Os testes, no entanto, continuam até a empresa certificar o seu conceito.

Comparativo de emissão de carbono por passageiro em uma viagem de Seattle a Vancouver.

Além de todo o conforto do design apresentado, o Airlander também promete uma visão única em voo. A 20.000 pés de altitude, os passageiros podem acompanhar toda a paisagem pelas imensas janelas.

Em 2020 o projeto do dirigível passou por mudanças fortes, para evitar acidentes como um que ocorreu durante o processo de testes, em 2017.

As mudanças no dirigível incluem uma gôndola 5% mais longa e um pouco mais larga a 46m x 6m (151 pés x 20 pés), com o módulo de combustível movido para o casco em vez de ser suspenso, embora uma cabine mais curta esteja disponível, diz a empresa. Há também uma forma de menor arrasto e trem de pouso retrátil em vez de fixo.

Além disso, um propulsor de proa foi adicionado, os propulsores foram introduzidos e o nariz é mais “arredondado”.

Para explorar o mercado de “turismo verde”, a HAV também disse que estava trabalhando com a Collins Aerospace em um sistema de energia elétrica, para substituir os quatro motores diesel da Thielert utilizados até então.

O Airlander tem 92 metros de comprimento, 44 metros de largura e 26 de altura, se destaca por ser diferente dos famosos e gigantes dirigíveis do passado, a começar pela sua estrutura que possibilita utilizar um volume maior de hélio (He) sem precisar de um grande comprimento na sua estrutura. O fato de utilizar Hélio torna o dirigível menos susceptível a incidentes.