A Aviointeriors, uma antiga empresa italiana de design de aviação, apresentou um novo produto que nunca foi visto na aviação: Uma redoma de vidro para cada assento da Classe econômica, chamada de ‘Glassafe’.

De acordo com a empresa, essa é uma eficaz solução para evitar a disseminação do COVID-19 a bordo da aeronave, e evitar que as empresas tenham que vender apenas 66% dos assentos a bordo, devido ao bloqueio do assento do meio.

O Glassafe é fabricado com material transparente, permitindo a passagem da luz e mantendo a cabine teoricamente com seu design original.

O produto é descrito pela empresa como uma ‘solução em nível de kit’, o que significa que é facilmente instalado nos assentos já existentes nas aeronaves, sem modificações caras. O Glassafe efetivamente cria uma barreira em torno de cada passageiro, numa tentativa de reduzir o risco de transmissão de vírus, como o próprio coronavírus.

Em uma declaração sobre seu novo conceito de produto, a Aviointeriors disse:

“O Glassafe cria um volume isolado ao redor do passageiro para evitar ou minimizar contatos e interações via ar entre o passageiros, de modo a reduzir a probabilidade de contaminação por vírus.”

O produto foi concebido para permitir aos passageiros liberdade de movimento em seus assentos e dar acesso a itens como bolsos, IFE e mesas de bandeja.


A empresa espera poder fornecer os produtos em uma variedade de acabamentos, com diferentes graus de opacidade, para atender às necessidades individuais das companhias aéreas.

O produto já está patenteado, de acordo com a Aviointeriors, no entanto a empresa ainda precisa obter a aprovação de reguladores de segurança para o correto funcionamento do conceito, e sinceramente, ele pode esbarrar nas regras de evacuação de emergência de uma aeronave, por dificultar a saída dos passageiros.

 

DEIXE UMA RESPOSTA