Empresas mostram em evento os motores que poderão equipar o clássico B-52

B-52H Stratofortress

Como já publicamos aqui na Aeroflap, a USAF pretende estender a vida útil do clássico bombardeiro B-52.

Mas para isso acontecer é preciso uma completa modernização na aeronave, e isso inclui, sistemas, aviônicos e entre isso, os motores também serão trocados e com isso substituir os antigos TF-33 que atualmente equipam o bombardeiro.

Para que seja possível a modernização dos motores três empresas estão na concorrência para o fornecimento dos motores, são elas a General Electric, Pratt & Whitney e Rolls-Royce.

A inglesa Rolls-Royce inclusive concluiu os testes com o motor F-130, que poderá equipar o B-52.

Jeff Martin, editor associado de multimídia e produtor do site Defense News Week, entrevistou os representantes das empresas que estão na disputa e os mesmos falaram um pouco mais dos novos motores. Neste link abaixo é possível ver essa entrevista.

https://www.defensenews.com/af1e8335-cc5b-4a80-b7fc-ce19b3e612bc

A USAF ‘resgatou’ do deserto um B-52 que estava armazenado, há quase três décadas e está colocando várias aeronaves novamente na ativa.


Acreditamos que essa reativação faz parte do prolongamento de vida destes clássicos bombardeiros, que apesar de serem antigos, ainda representam um grande valor estratégico para a USAF.

B-52H ‘Wise Guy’- Foto: USAF

DEIXE UMA RESPOSTA