LATAM GOL
Foto: Gabriel Melo

O Ano de 2021 sem dúvidas foi marcado por altos e baixos em toda a indústria da aviação, principalmente no Brasil. 

Apesar de a crise sanitária ter impactado diretamente as operações com a redução de destinos e fluxo de passageiros, tal cenário não impediu o recebimento de novas aeronaves, incluindo o nascimento de mais uma empresa aérea. 

Além disso, muitas empresas aéreas aproveitaram a baixa demanda para adequar a sua frota com devoluções e recebimentos de aeronaves, algo que ocorreu também no Brasil, onde a Itapemirim, Azul, GOL e LATAM Brasil fizeram ajustes pontuais, respectivamente.

 

Itapemirim

Itapemirim
Parte da frota da Itapemirim no Aeroporto Internacional de Carrasco (MVD) – Foto: Autor desconhecido

Com apenas 7 aeronaves em sua frota, a ITA Transportes Aéreos esperava contar com até 10 aeronaves em operação em outubro deste ano, ampliando para cerca de 50 aviões e 35 rotas comerciais até junho de 2022, algo que não se concretizou. Contudo, a companhia paralisou as suas operações em 17 de dezembro, sem previsão de retorno e de recebimento de novas aeronaves.

Em novembro, a ITA chegou a receber mais uma aeronave para a sua frota, um Airbus A319 que ainda está no Aeroporto do Galeão, e nunca operou voos pela companhia.

Em outros aeroportos pelo mundo, como na Indonésia, um outro A319 que operaria com a matrícula PS-JCP, e outro avião, um A320 que operaria com a matrícula PS-CHM, aguarda a transferência para vir ao Brasil.

 

LATAM Brasil

Boeing 787 LATAM
Atual PS-LAA, a aeronave foi originalmente entregue como CC-BGO, em 2018 para a LATAM Chile.

Liderando o mercado brasileiro pelo quarto mês consecutivo, a Latam Brasil com pouco mais de 120 aeronaves na sua frota realizou uma ampla devolução do Boeing 767-300 de passageiros, visando ampliar a sua frota de cargas com o mesmo modelo.

Por outro lado, a companhia se desfez do Airbus A350 para dar lugar ao Boeing 787 Dreamliner, unificando a família de aeronaves Boeing para trajetos de longo curso.

Com apenas uma aeronave 787–9 Dreamliner na frota, a LATAM Brasil projeta receber mais outras quatro unidades do modelo, sendo todas ex-Norwegian e assim, dar apoio ao Boeing 777–300 em rotas intercontinentais para a Europa e aos Estados Unidos.

Para as rotas domésticas, a companhia adicionou duas unidades do Airbus A320ceo (PR-TQB e PR-TQC), ambas ex-Gulf Air, aeronaves com uma idade média de 10 anos.

 

GOL

PR-XMM GOL 737 MAX

De todas as companhias aéreas brasileiras, a GOL foi a que teve um maior recebimento de aeronaves ao longo de 2021 com 11 novas aeronaves do 737 MAX 8. Com isso, a companhia está fechando 2021 com 28 aeronaves deste modelo em operação e projeta que daqui um ano, no final de 2022, os 737-MAX 8 representem 32% de sua frota, com 44 aeronaves no total.

 

Azul

Com a frota mais diversificada do Brasil, a Azul ao longo do ano recebeu aeronaves tanto para a sua frota principal quanto para a sua subsidiária, a Azul Conecta.

Somente em 2021, a Azul recebeu uma unidade do A320neo com a pintura especial do Mickey Mouse, além de uma aeronave A321neo e três unidades do ATR 72–600 (PR-TKO, PR-TKN e PR-TKM).

Ressaltando a malha flexível como uma vantagem, como sempre, a aérea também divulgou bons planos para o futuro.

No documento aos investidores, a Azul confirmou que retomará as entregas do Embraer E195-E2 no próximo ano. Atualmente a companhia tem 9 aviões E195-E2 na sua frota, e deve finalizar 2022 com 15 aviões deste modelo.

Durante a pandemia a Azul postergou as entregas do E195-E2 para a partir de 2024. Ao todo são 75 encomendas para o avião da fabricante brasileira.

Acompanhando a entrega de novos aviões, a frota da Azul de aviões E-Jets de Primeira Geração deve retrair de 49 para 42 aeronaves em 2022, e para 31 aviões ao final de 2023.

Em 2022 a companhia também deverá receber 4 novos aviões da família A320neo, finalizando o ano com 53 aviões A320/A321neo na frota.

Curiosamente, enquanto a matéria é publicada, mais um A321neo, que recebeu o nome de “Bandeira Azul” está em translado ao Brasil para compor a frota da Azul. Você pode acompanhar a vinda da aeronave em tempo real clicando aqui via Flightradar24.  

 

Azul
Foto: Atr

Já a Azul Conecta, a subsidiária da Azul tem atualmente na sua frota 20 aviões do modelo Cessna Grand Caravan, sendo três aviões desse modelo recém-entregue nos últimos meses para expandir as operações.

Azul Conecta Cessna Grand Caravan
Foto: Luis Gustavo Oliveira

DEIXE UMA RESPOSTA