Sideral Mercado Livre
Créditos na Foto

O Mercado Livre é sem dúvidas uma das plataformas de vendas online de maior sucesso no Brasil. E recentemente, para se livrar de “métodos alternativos” de envio, o Mercado Livre anunciou a Meli Air, sua nova “companhia aérea”.

A história chegou em muitos veículos de imprensa como fosse uma nova companhia aérea do Mercado Livre, com cerca de quatro aviões na frota. Mas na realidade, essa operação ocorre de forma diferente.

Há anos o Mercado Livre tem parceria com duas empresas essenciais, mais o Correios. A Azul Cargo, através do seu braço Azul Cargo Express, que já citamos inúmeras vezes aqui no Portal Aeroflap, e a Sideral, a principal aérea de carga do Brasil, um setor que parece estável nos últimos anos, após a falência de muitas empresas.

A Azul Cargo Express promete alcançar mais de 3500 municípios. Já a Sideral utiliza os seus aviões Boeing 737 para realizar voos entre várias capitais do país.

Os Correios, ao contrário, contrata o serviço de transporte em várias empresas, seja de carga rodoviária ou comprando espaço nos porões de carga dos aviões das companhias aéreas. Em outra parte, a própria estatal pode fazer esse tipo de serviço.

 

Mas aliás, os quatro aviões são mesmo do Mercado Livre?

Nem tanto. O Mercado Livre está agindo como a Amazon, quando lançou a Prime Air.

Na época a intenção da companhia era agilizar as entregas nos Estados Unidos. A mesma meta do ML, entregar a encomenda em até 48 horas.

O Brasil, assim como os Estados Unidos, tem seus desafios logísticos por ser um país continental, e durante muito tempo a Amazon contou com os serviços das principais empresas de transporte, como a FedEx e a UPS.

Assim como a Azul Cargo, a Fed Ex tinha uma ampla gama de aviões, desde o Cessna Caravan para pousar no “meio do nada” até aviões widebody, de duplo corredor.

Versatilidade da frota da Azul chama a atenção.

A parceria do Mercado Livre com a Azul e a Sideral, fechada em 2019, já foi um grande avanço para a empresa de varejo eletrônico. A partir do envio “Full” foi possível entregar produtos em até 48 horas em diversas cidades do país.

E esta parceria continua. A meta da empresa é atingir entregas em até 48 horas da compra em 1800 cidades do Brasil.

A ambiciosa meta, logicamente não dá para ser cumprida com apenas 1800 aviões, então o Mercado Livre continuará a aproveitar a estrutura toda da Azul Cargo, até mesmo de outras companhias aéreas, e da Sideral para conseguir distribuir cargas em vários pontos do Brasil. Com os novos centros logísticos esta meta fica ainda mais fácil de se cumprir.

Os quatro aviões, basicamente, são aviões de marketing, para demonstrar a força da marca em diversos aeroportos. É como um outdoor que voa.

 

Aviões nas cores do Mercado Livre

Atualmente já há dois aviões da Sideral com a pintura do Mercado Livre.

O primeiro que surgiu é a aeronave Boeing 737-400F de matrícula PR-SDM, da Sideral Cargo, que já voou no Brasil pela TransBrasil e pela Nacional.

Créditos na Foto

O segundo apareceu neste fim de semana com a pintura totalmente amarela. O avião de matrícula PP-WSA já operou anteriormente na RIO Cargo, e também é um Boeing 737-400F. Você pode conferir abaixo, na publicação do CWBSpotter.

Cogita-se que a Azul deve disponibilizar de um a dois aviões Embraer E195 exclusivamente para a operação de cargas do Mercado Livre em novembro, mês agitado pela Black Friday. A Azul, no entanto, não divulgou se planeja realizar pinturas especiais do Mercado Livre em suas aeronaves.

Foto – Azul

O Mercado Livre também deve continuar utilizando os porões de diversas aeronaves de passageiros para transportar cargas, além de utilizar sua rede de 600 caminhões e 10 mil vans de entrega.

 

DEIXE UMA RESPOSTA