Foto: Embaixada dos EUA na Nigéria.

O Governo da Nigéria realizou hoje (31) a cerimônia de introdução ao serviço de seis aeronaves de ataque leve Embraer A-29B Super Tucano. A solenidade ocorreu na Base Aérea de Kainji, no oeste do país, e contou com líderes do governo nigeriano, membros das forças armadas e funcionários do Departamento de Defesa dos Estados Unidos. 

Em agosto de 2017, o Departamento de Estados dos EUA aprovou a venda de 12 A-29 para a Força Aérea Nigeriana, bem como armamentos, treinamento, peças de reposição e construção de infraestrutura e reforma da base aérea que vai sediar os aviões fabricados pela Sierra Nevada Corporation, empresa subsidiária da Embraer. Na época o negócio foi estimado em US$ 593 milhões. 

Foto: AFRICOM.

“A Força Aérea Nigeriana é um dos nossos principais parceiros e que desempenha um papel crítico na promoção da segurança e estabilidade regional”, disse o General Jeff Harrigian, comandante das Forças Aéreas dos EUA na Europa-Força Aérea na África (USAFE). “Esta cerimônia simboliza a força de nossa parceria única e ressalta o valor de treinar e trabalhar juntos.”

Segundo o Comando dos Estados Unidos para a África (AFRICOM), um total de 64 pilotos e especialistas da Força Aérea Nigeriana foram treinados de acordo com os padrões dos EUA no 81º Esquadrão de Caças da Força Aérea dos EUA na Base Aérea de Moody, na Geórgia, EUA. O treinamento também enfatizou a Lei de Conflitos Armados e a mitigação de baixas civis, que são princípios fundamentais da educação e treinamento profissional dos militares nigerianos. 

Harrigian e a embaixadora dos EUA na Nigéria, Mary Beth Leonard, falaram sobre como essa plataforma ajudará a melhorar as capacidades da Força Aérea nigeriana, bem como aumentar as oportunidades de treinamento e integração entre as tropas nigerianas e americanas. O A-29 pode realizar missões de reconhecimento, vigilância armada e ataques de precisão contra alvos em solo, fortalecendo a capacidade da Nigéria de combater o terrorismo. 

“O A-29 é a principal ferramenta para ajudar a Nigéria a combater o extremismo violento e é vital para uma dissuasão sustentada”, disse Harrigian. “O pacote completo – treinamento de tripulantes e mantenedores, entrega de armas guiadas com precisão e muito mais – destaca nossa parceria duradoura com a Força Aérea Nigeriana e nosso compromisso em possibilitar seu sucesso onde pudermos.”

Como parte do programa, o Corpo de Engenheiros do Exército dos EUA (USACE) está fornecendo US$ 36,1 milhões em suporte de infraestrutura para a base dos A-29, a Base Aérea de Kainji, incluindo paióis cobertos e hangaretes, um novo pátio, perímetro e cercas de segurança, novas luzes do aeródromo e várias melhorias na iluminação do pátio, estacionamento, hangar, guaritas e pontos de controle.

Foto: AFRICOM.

O pacote de infraestrutura também inclui um edifício anexo para treinamento em simulador, bem como montagem e armazenamento de munições e armazenamento de armas de mão. O USACE também destacou um engenheiro de projeto em Kainji para fornecer manutenção e assistência contínuas.

DEIXE UMA RESPOSTA