Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

F-8 Crusader montado com Lego. Foto: Jason Camlic via The Aviationist.

Após a divulgação do trailer de Top Gun: Maverick refeito com Lego no final do mês passado, David Cenciotti, editor do site The Avationist, foi contatado por Jason Camlic, de Chicago: “Achei que você gostaria de ver minha coleção de aeronaves navais de LEGO desde o período pré-Segunda Guerra Mundial até o presente. Alguns estão ou estavam disponíveis como kits, outros eu mesmo projetei e construí.”

Helicópteros Seahawk e Jayhawk. Foto: Jason Camlic via The Aviationist.

Jason conta que queria ter sido um aviador naval quando era jovem. Apesar do sonho não ter se concretizado, ele seguiu alimentando a paixão. 

“Não deu certo, mas acabei me tornando um piloto profissional. LEGO fez parte da minha infância num todo. Na verdade, comecei esta coleção em 2017.”

“Há anos que leio sobre aviação naval e é algo que adoro. LEGO sempre fez parte da minha vida, mas não era tão importante até mais tarde. O primeiro kit que comprei foi o F-5 (MiG-28). Acontece que aeronaves Lego em escala minifig são um hobby de nicho para muitos construtores e vendedores.”

Jato de treinamento T-45 Goshawk e um caça F/A-18E Super Hornet. Foto: Jason Camlic via The Aviationist.

As aeronaves montadas por Jason representam modelos de caças e aviões de ataque usados pela Marinha dos Estados Unidos e estão na escala 1:35, chamada de Minifig, construídas parcialmente a partir de outros kits disponíveis no mercado, como o lendário F-14 Tomcat, helicópteros MH-60 Seahawk e Jay Hawk, os históricos UH-1 Huey, o polêmico F-35, dentre outros. 

“Eu tenho uma extensa biblioteca doméstica de referência, então faço muitas pesquisas sobre cada aeronave e recebo informações de amigos que já voaram nas plataformas.”

Cada aeronave recebe decalques com nomes de aviadores que foram prisioneiros de guerra ou que tem algum tipo de relação com Jason. 

“O Vigilante é para o Capitão Jerry Coffee (prisioneiro de guerra) e o Comandante Robert Hanson (morto em ação) […]. Recebi um e-mail gentil da esposa dele. O Crusader tem decalques do Almirante Stockdale, de quando ele era o comandante do VF-51 (esquadrão de caças). Outra aeronave, o Intruder, tem decalques para um amigo cujo seu pai era um Oficial-Comandante do VA-35 (esquadrão de ataque). O Spad (A-1 Skyraider) foi batizado em homenagem ao capitão Rosario Rausa, cujo filho o viu.”

Algumas aeronaves da incrível coleção de Jason. Na foto podem ser vistos aviões F-5E Tiger II, A-5 Vigilante, F/A-18E Super Hornet, F-14 Tomcat, A-7 Corsair II, F-8 Crusader, A-1 Skyraider, A-4 Skyhawk, F-35C Lightning II, A-6 Intruder e OV-10 Bronco. Foto: Jason Camlic via The Aviationist.
Grumman A-6 Intruder. Foto: Jason Camlic via The Aviationist.
Douglas A-4 Skyhawk. Foto: Foto: Jason Camlic via The Aviationist.

Jason conta que no momento está montando um EKA-3B Skywarrior — um bombardeiro naval da década de 1950 — e uma aeronave de treinamento T-2 Buckeye, além de ter comprado um kit do Grumman F4F Wildcat, caça naval da Segunda Guerra

“Com o Whale (Skywarrior), terei todos os aviões de ataque naval dos EUA, exceto o Douglas Dauntless.”

Jason também planeja montar outras aeronaves, como o Lockheed S-3 Viking e o Grumman S-2 Tracker. Esse último modelo foi, inclusive, operado pela Força Aérea Brasileira.