Piloto de B-52 usa equipamento especial- Foto- Print do YT de Jeff Bolton

Como já é de conhecimento geral o B-52 cumpre diversas missões de bombardeiro, inclusive de alto nível e poder destrutivo como ataques nucleares.

O clássico bombardeiro de oito motores da USAF está na ativa até hoje e ficará voando por um logo tempo, tanto que a USAF estuda o processo de modernização do B-52.

Entre as missões de ataque que o B-52 pode cumprir está a de ataques nucleares e pela primeira vez câmeras puderam ser colocadas dentro de um B-52 durante uma missão de treinamento de ataque nuclear.

O vídeo gravado pelo produtor de cinema Jeff Bolton, de Dallas, não é longo, mas as imagens mostradas revelam alguns detalhes bem interessantes.

No vídeo abaixo podemos ver as imagens com alguns detalhes da missão:

A equipe de filmagem de Bolton foi até o  96º Esquadrão de Bombas, baseado na 2ª Asa de Bomba da Base da Força Aérea de Barksdale, Louisiana, onde aconteceu o treinamento.

Vendo o vídeo podemos observar que algumas coisas são diferentes de uma operação de ataque comum, a começar pelo equipamento dos tripulantes, e claro pelo armamento empregado nas missões de ataques nucleares.


B-52 Stratofortress da U.s Airforce

Logo no primeiro parágrafo dissemos que o B-52 ainda se manterá na ativa por um logo período e para isso é necessária uma completa modernização nas aeronaves e isso inclui a troca de motores. Três empresas estão na disputa para oferecer uma nova motorização ao BUFF (como também é conhecido o B-52), são elas a GE, Rolls-Royce, e Pratt & Whitney. Neste link podemos saber mais sobre os motores oferecidos.

Esse ano também foi resgatado do depósito no deserto um B-52 que estava lá há mais de três décadas. O Bombardeiro foi reativado para voltar a voar juntamente com os demais. Não podemos afirmar, mas tudo leva a crê que essa reativação está ligada com o prolongamento de vida destes clássicos aviões.

DEIXE UMA RESPOSTA