Pouso do F-35C Lightning II Marines- Foto: Marines pelo sargento. Dominic Romero

O corpo de fuzileiros navais recebeu seu primeiro caça furtivo F-35C Lightning II no Esquadrão de Ataque de Fuzileiros Navais (VMFA) 314 e no MCAS Miramar, a primiera aeronave chegou no último dia 21.

Tenente-coronel Cedar Hinton, comandante da VMFA -314, voou a aeronave da Naval Air Station Lemoore, Califórnia, para o MCAS Miramar.

“Não deveria surpreender que o VMFA-314 esteja novamente liderando o caminho para a próxima geração de aeronaves de ataque“, disse Hinton.

O esquadrão é conhecido por ter operado algumas aeronaves que se tornaram clássicas como o  F-9F Panther, F-4B Phantom e em 1982, o esquadrão foi o primeiro no Departamento da Marinha a voar o F / A-18 Hornet.

Os “Cavaleiros Negros” se provaram repetidamente de campanhas no Pacífico Sul à Guerra do Vietnã e da Operação El Dorado Canyon à Guerra Global ao Terror. A história do VMFA-314 deve dar ao povo americano a confiança de que os “Cavaleiros Negros” continuarão a consertar, voar e combater a próxima geração de aeronaves.

F-35C Lightning II Marines- Foto: Marines pelo sargento. Dominic Romero

O F-35C é uma das três variantes (A/B) do F-35. Uma das diferenças dele para as demais são suas asas menores e trens de pouso reforçados para pousos convencionais em porta-aviões.

A variante “C” foi projetada para operar a partir de um porta-aviões e é o primeiro avião de combate furtivo de quinta geração e longo alcance projetado para essa
missão. As superfícies de controle e o trem de pouso do F-35C estão melhor equipados para operação da transportadora do que as outras variantes. O F-35C está equipado com um maior armazenamento interno de combustível, que quando combinado com sua capacidade de reabastecer em voo, amplia seu alcance e permite maior tempo de voo quando comparado a outras aeronaves.

“A transição de um esquadrão para uma nova aeronave com muitos novos fuzileiros navais traz muitos desafios”, disse Hinton. “No entanto, também oferece uma oportunidade única de começar do zero e construir uma forte cultura de esquadrão desde o início. Estamos todos extremamente empolgados em garantir que os ‘Cavaleiros Negros’ continuem nosso legado de liderar de frente, ao oferecermos essa nova capacidade a 3ª MAW “. 

Fonte: U.s Marines

DEIXE UMA RESPOSTA