Dois novos pilotos concluíram o curso de Piloto Operacional de Demonstração Aérea (PODA) para poder voar nas apresentações aéreas da Esquadrilha da Fumaça, sediada na Academia da Força Aérea (AFA), em Pirassununga (SP).

O Capitão Rafael Grothe e o Capitão Renan Santoro concluíram os seus cursos e agora são considerados operacionais nas posições #2 e #3, respectivamente.

O PODA é um curso composto de 80 missões e dividido em cinco etapas, em que o novo piloto da equipe aprende todos os procedimentos de voo da sua posição, desde adaptar-se às características da aeronave A-29 Super Tucano, o voo em posição de formatura, acostumar-se às acrobacias, voar no dorso (de cabeça para baixo), até as fases finais, em que comanda a aeronave juntamente com as outras da equipe.

Em todas essas etapas, o piloto é acompanhado por um instrutor, responsável por passar os seus conhecimentos, além de passar orientações e correções antes e depois de cada voo. A conclusão se dá com o voo solo do aluno em um treinamento de demonstração, ou seja, sem a presença do instrutor na mesma aeronave.

Foto – Suboficial Ribeiro/FAB

Para o Capitão Grothe, concluir o curso foi o término de mais um ciclo da carreira, período em que afirma ter aprendido muito e crescido profissionalmente.

“Só tenho a agradecer a todos do Esquadrão pelo apoio e pela confiança no meu trabalho, especialmente ao meu instrutor pelos ensinamentos transmitidos”, ressaltou.

Foto – Suboficial Ribeiro/FAB

Já para o Capitão Santoro, estar na Fumaça é a realização de um sonho.

“Agradeço ao meu instrutor por ter me passado os seus conhecimentos e por estar ao meu lado durante toda a formação. Também registro o meu reconhecimento aos Anjos da Guarda [equipe de graduados das áreas de manutenção e serviços administrativos], pois, sem o trabalho dessa equipe, nada disso seria possível”, destacou.

 

Esquadrilha da Fumaça

O Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), mais conhecido como Esquadrilha da Fumaça, conta com um time de 13 pilotos em sete posições de voo. Com exceção da posição #1, ocupada pelo líder, cada uma das posições possui dois pilotos, que se revezam entre uma demonstração e outra.

Na próxima apresentação do Esquadrão, prevista para o dia 30 de setembro na cidade de Lagoa Santa, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG), o Capitão Santoro estreará publicamente na posição #3. Já o Capitão Grothe fará a sua estreia pública na posição #2 a partir da demonstração seguinte, prevista para o dia 10 de outubro, em Laranjal Paulista (SP).

Os novos pilotos selecionados em 2018 e que comporão a equipe a partir de 2019 têm previsão de iniciar o curso PODA em fevereiro do ano que vem.

 

Via – Força Aérea Brasileira