Este é o vídeo da bomba mais potente de todos os tempos sendo detonada

Czar Bomb

A Czar Bomb, da União Soviética, foi a de maior poder de explosão já existente. Ela foi criada no auge da Guerra Fria, onde tínhamos uma ampla concorrência entre duas potências mundiais para criar bombas e espaçonaves ainda mais poderosas, e no caso da primeira, destrutiva.

Naquela época criar uma bomba tão destrutiva tinha como foco intimidar países que somente tentassem um ataque militar. Podemos dizer que as mega-bombas por muito tempo afastaram o risco de uma real guerra entre a URSS e os EUA.

E recentemente a Rosatom, uma agência atômica da Rússia, divulgou um vídeo mostrando a explosão da Czar Bomb, com tecnologia de fusão de hidrogênio, e poder de 57 milhões de toneladas de TNT.

A Czar Bomb combinava tecnologias de explosão de uma bomba nuclear, por fissão, com um estágio secundário de fusão de hidrogênio através da energia do primeiro estágio, uma obra de engenharia que depois cogitou-se utilizar em Usinas de Energia Nuclear.

Para criar uma bomba com essa potência, porém utilizando totalmente a fissão nuclear, o material final seria bastante pesado, pela natureza dos átomos. Por este motivo as grandes potências optaram pela solução híbrida, criando alternativas para conseguir a fusão do hidrogênio, obtida somente com altas temperaturas.

Esta poderosa bomba, a mais potente já criada, tinha poder para destruir completamente qualquer coisa em um raio de 60 quilômetros, ou a cidade de Paris inteira, com destruição também nos seus arredores. Seu poder era 700 vezes maior em comparação com a bomba de Hiroshima, utilizada na 2º Guerra Mundial.

O vídeo tem 40 minutos, mas o lançamento da bomba começa a partir do minuto 22:00.


O incrível teste do vídeo acima ocorreu no dia 30 de outubro de 1961. Tudo foi conduzido pela Rosatom, com base em um arquipélago da Rússia no Círculo Ártico. Os cientistas que desenvolveram estavam prevendo uma nuvem (cogumelo) com 40 km de altura, porém esta bomba atingiu 64 km de altura.

O lançamento da bomba foi realizado com um bombardeiro turboélice, o Tupolev Tu-95, com a detonação ocorrendo a 4 mil metros acima do solo. Detalhe, a Czar Bomb foi lançada com um paraquedas, para possibilitar que o avião se afastasse da área de detonação com segurança.

Importante notar alguns detalhes no vídeo. A detonação, e também o acompanhamento da missão, era realizada a partir do solo, por uma equipe de técnicos e engenheiros que coordenavam todo o exercício conjuntamente com os pilotos, que falavam via rádio UHF sobre as instruções em um tempo totalmente cronometrado para nada dar errado.

Apesar do curto período de luz gerada pela Czar Bomb, esta pode ser vista a mais de 1000 quilômetros de distância. Provavelmente na época alguém notou algo diferente no céu, bem como no “possível terremoto” gerado.

 

DEIXE UMA RESPOSTA