Foto - Clement Alloing/ @CAlloing (Twitter)

A Etihad Airways, que está encarando uma grande crise financeira, está aparentemente recusando transferir para a sua frota novíssimos aviões A350-1000 fabricados pela Airbus em Toulouse.

Ao todo são três jatos envolvidos em uma estocagem no interior da França, sem um prazo para a retirada do local. As aeronaves já foram entregues nos últimos meses, e estão equipadas com a pintura do companhia.

A estocagem desses aviões é fruto de um cancelamento do milionário investimento da empresa para a implementação do novo interior, que seria um novo nível de conforto para os passageiros, em comparação com o atual Boeing 777-300ER.

A companhia também cancelou recentemente 57 encomendas para aviões A350-900 e A350-1000, sobrando apenas 5 encomendas para o A350-1000, a entrega dessas aeronaves deve ser adiada pela Etihad Airways, que continuará operando com o A330, o 777-300ER e o 787 Dreamliner.

A companhia ressalta que o futuro da empresa está no A350-1000. Porém, o que vemos por fora é uma empresa tentando controlar os gastos excessivos, e investimentos mal feitos, que geraram um prejuízo de US$ 1,3 bilhão em 2018.

 

Via – Simply Flying e Business Traveler