Etihad continua interessada em resgatar a Virgin Australia

Foto - Virgin Australia

Antes da crise mundial causada pelo coronavírus, a Etihad teria dado uma negativa quanto a compra de uma parte maior da Virgin Austrália, mas se manteve interessada na companhia aérea.

Enquanto consórcios e joint-ventures dominam a Virgin Australia, hoje existe um relatório que a Etihad se associou à empresa americana de gestão de ativos global Oaktree Capital Management para lançar uma oferta pela Virgin Australia.

Antes de seu colapso em abril, a Etihad possuía 20,94% da Virgin Australia. A Etihad comprou uma participação de 10% na companhia aérea oito anos atrás, depois dobrando essa participação. 

Mas a estratégia da Etihad de investir em companhias aéreas era um risco grande. Nenhum dos investimentos da Etihad na Air Berlin, Jet Airways e Alitalia terminou bem e a Virgin Australia agora se juntou nessa notória lista.

Desde a primeira compra, a Etihad teve oportunidades de abandonar seu investimento na Virgin Australia. A empresa nunca ganhou dinheiro com seu investimento australiano. Mas em 2015, a Etihad dobrou, expandindo sua participação na Virgin Australia e se tornando o maior acionista individual.

No ano seguinte, a Virgin Australia teve uma captação de US$ 544 milhões. Os proprietários existentes, incluindo a Etihad compraram quase todas as novas ações.

Mais recentemente porém, à medida que os problemas financeiros da Virgin Austrália aumentaram, a situação do fluxo de caixa também estava se deteriorando em Abu Dhabi. Ou seja, temos agora duas empresas em situação financeira ruim.


Em abril, os cofres anteriormente ricos da Etihad foram trancados. Antes de entrar na administração voluntária, a Virgin Austrália procurou todos os seus proprietários para obter financiamento adicional mas todos eles recusaram.

 

DEIXE UMA RESPOSTA