AH-1Z Viper USMC Bell EUA
Helicópteros de ataque AH-1Z dos Fuzileiros Navais dos EUA. Foto: Bell.

O Departamento de Estados dos EUA aprovou a venda de 12 helicópteros de ataque Bell AH-1Z Viper para a Nigéria na última quinta-feira (14). Avaliada em US$ 997 milhões, a venda ainda deverá passar pela aprovação dos congressistas estadunidenses. 

Conforme o comunicado da Agência de Cooperação em Segurança e Defesa (DSCA), a venda proposta inclui 28 motores T-700-GE-401C (quatro sobressalentes), 2000 foguetes APKWS guiados por laser, sistemas de comunicação, navegação, guerra eletrônica e visão noturna, canhões rotativos M197 de 20mm e vários outros itens.

AH-1Z disparando um míssil ar-solo AGM-114 Hellfire. Foto: Combat Camera Lance Cpl. Sean M. Evans/USMC.

A proposta, no entanto, não inclui os mísseis ar-solo AGM-114 Hellfire, um armamento padrão do AH-1Z e AH-64 Apache. As principais contratantes da possível venda para a Nigéria seriam a Bell Helicopter, fabricante do Viper, e a General Electric que produz os motores turboeixo.

Do montante total, US$ 25 milhões serão alocados para assistência institucional e técnica às Forças Armadas Nigerianas (AFN), o que inclui o projeto e construção das instalações usadas para manter os helicópteros.

“Esta venda proposta apoiará as metas de política externa e os objetivos de segurança nacional dos Estados Unidos, melhorando a segurança de um parceiro estratégico na África Subsaariana”, afirma a agência, destacando que a “proposta de venda deste equipamento não alterará o equilíbrio militar básico da região.”

Bell AH-1Z Viper USMC Nigéria eua
AH-1Z Viper do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA.

“A venda proposta equipará melhor a Nigéria para contribuir com objetivos de segurança compartilhados, promover a estabilidade regional e construir interoperabilidade com os EUA e outros parceiros ocidentais. Esta venda será uma grande contribuição para as metas de segurança dos EUA e da Nigéria. A Nigéria não terá dificuldade em absorver os equipamentos e serviços em suas forças armadas.”

A Nigéria opera um misto de equipamentos ocidentais e orientais em suas forças armadas. O Exército , por exemplo, emprega tanques T-55 e T-72 de origem soviética, ao mesmo tempo que também possui o AMX-30 francês e o EE-9 Cascavel brasileiro.

Já a Força Aérea Nigeriana possui caças JF-17 sino-paquistaneses, J-7 chineses, helicópteros Mi-35 russos, o turboélice de ataque A-29 Super Tucano brasileiro e o jato franco-alemão Alpha Jet. 

A-29 Super Tucano da Nigéria. Foto: Embaixada dos EUA na Nigéria.