Foto - USAF

Os custos com defesa dos EUA já são conhecidos por serem em altos. A nação mais poderosa do mundo não mede esforços quando o assunto é Defesa, só a USAF (Força Aérea dos EUA) gastará até 2023 cerca de US$ 104 bilhões.

Este alto valor certamente está ligado à compra de armamentos e novas aeronaves. Essa projeção vem de um novo relatório do Escritório de Orçamento do Congresso, divulgado em 13 de fevereiro, que analisou o plano de gastos de cinco anos do Departamento de Defesa de 2019.

Gráfico do DoD (US Departament of Defense) envolvendo os gastos até 2031.

Entre as novas aquisições da Força Aérea dos EUA está a compra de muitos caças Lockheed Martin F-35, do novo bombardeiro estratégico stealth Northrop Grumman B-21, o míssil de cruzeiro nuclear Weapon Long Range Standoff e o míssil balístico Strategic Deterrent Ground-Based.

Os programas mencionados acimas classificados representariam cerca de um terço dos gastos com defesa dos EUA. Lembrando que esse valor e destinado apenas a Força Aérea dos EUA, não conta a U.S. Navy, Marines e o Exército dos EUA.