Europa adia pagamentos de controle de tráfego aéreo para ajudar companhias aéreas

As companhias aéreas que voam no espaço aéreo europeu não terão que pagar taxas de controle de tráfego aéreo no período de fevereiro a maio.

Apesar disso, as agências de controle de tráfego aéreo continuarão cobrando as taxas de sobrevoo, sendo que esse valor, referente aos meses de fevereiro a maio de 2019, deve ser pago até o final deste ano ou no início de 2021.

A medida de auxílio financeiro foi intermediada pela agência intergovernamental Eurocontrol, sediada em Bruxelas, durante a semana passada e fornecerá às companhias aéreas um espaço de respiração financeira muito necessário.

A medida foi implementada na tentativa de oferecer algum alívio financeiro às companhias aéreas já estressadas que estão lutando com a desaceleração global na demanda por viagens.

“Com o tráfego reduzido em 90%, nossos Estados-Membros reconheceram claramente o desafio compartilhado. Esse adiamento de pagamento aliviará o ônus imediato para as companhias aéreas e proporcionará segurança no planejamento financeiro às companhias aéreas e aos prestadores de serviços de navegação aérea (ANSPs) sobre quando os pagamentos serão feitos após a crise ter cessado”, disse em comunicado.

A IATA também comentou sobre o novo acordo na Europa.

“Esse é exatamente o tipo de solidariedade que a indústria precisa demonstrar durante esse período de crise profunda e sem precedentes. Uma vez que as restrições do COVID-19 comecem a ser levantadas, a Europa precisará que suas companhias aéreas estejam em boas condições para poder impulsionar a economia. Esse atraso nas cobranças ajudará a fazer uma grande diferença nessa causa ”, disse Rafael Schvartzman, vice-presidente regional da IATA para a Europa em resposta ao acordo.


 

DEIXE UMA RESPOSTA