F-16AM Fighting Falcon da Força Aérea Romena. Foto: Adrian Sultanoiu/Ministério da Defesa Romeno.

Um caça F-16AM Fighting Falcon da Força Aérea da Romênia perdeu dos seus tanques de combustível externo e um pilone durante um voo de treinamento. O caça realizava um exercício de ataque ao solo no estande de Mălina no leste da país. Ninguém se feriu no incidente.

Em comunicado, a Força Aérea Romena informou que, de acordo com as primeiras informações relatadas pelo piloto, houve um desprendimento descontrolado do tanque de combustível externo bem como de um pilone “de gancho triplo” do lado direito da aeronave no momento em que o caça executava o lançamento de uma bomba de treinamento. O tanque e o pilone caíram na área destinada para emprego ar-solo do estande. 

“O incidente não colocou em perigo a vida do piloto ou de outras pessoas, nem a integridade da aeronave ou outras propriedades e bens no solo”, informou a Força Aérea. O piloto do F-16 conseguiu pousar em segurança. O Chefe do Estado-Maior da Força Aérea nomeou uma comissão para investigar o incidente.

O F-16 pode usar três tipos de tanques externos, com capacidade para 1135 (300 galões), 1400 (370 galões) e 2271 litros (600 galões). Os tanques podem ser alijados em caso de necessidade, como combate aéreo ou algum tipo de pane. Alguns países, como Israel, Polônia e Emirados Árabes empregam os tanques de combustível conformais instalados na fuselagem, diminuindo o arrasto aerodinâmico e desocupando pontos duros nas asas.

Tanque de 370 galões do F-16. Foto: USAF.

Já o pilone de gancho triplo mencionado pela Força Aérea Romena pode ser o Triple Ejector Rack (TER), um cabide que permite o carregamento de três munições, como bombas ou mísseis ar-solo AGM-65 Maverick, ao mesmo tempo. 

F-16 carregando seis bombas de fragmentação com o uso de um TER. Foto via F-16.net.

Segundo o portal Aerotime Hub, o F-16AM envolvido no incidente pertence ao 53º Esquadrão de Caças, com sede na 86ª Base Aérea, em Borcea, no leste da Romênia. O país adquiriu dois lotes de caças F-16AM/BM Block 15 MLU usados da Força Aérea Portuguesa. As entregas começaram em 2019, com a última das 17 aeronaves entregue em março de 2021, completando o 53º Esquadrão. 

DEIXE UMA RESPOSTA