F-16 Taiwan acidente Havaí
F-16A fez um pouso de emergência com uso do gancho de cauda no Aeroporto Internacional de Honolulu. Foto: @jc.airpowerimages via Reddit.

Um caça F-16 Fighting Falcon ficou danificado em um pouso de emergência no Aeroporto de Honolulu, Havaí, na tarde de segunda-feira (07). A aeronave de matrícula 93-0817 pertence à Força Aérea de Taiwan (RoCAF) e estava sendo levada de volta ao seu país onde seria modernizada. 

O incidente ocorreu por volta das 14h45 (horário local). O F-16A estava vindo da Base Aérea de Luke, no Arizona, onde era operado pelo 21º Esquadrão de Caça, uma unidade da Força Aérea dos EUA (USAF) que dá treinamento para pilotos e técnicos da RoCAF, utilizando aviões de Taiwan. 

https://twitter.com/InfantryPilot/status/1534054609949294593

De acordo com os portais Scramble Hawaii News Now, o piloto do avião estava ciente de que o trem de pouso dianteiro estava com problemas. Por isso, fez um pouso de emergência na pista 04R do Aeroporto Internacional de Honolulu, utilizando o gancho de cauda para frear o caça.

O piloto não se feriu, mas o radome que abriga o radar AN/APG-66 ficou danificado. O evento também causou atrasos no aeroporto. 

O F-16A estava fazendo um voo de translado de volta a Taiwan, onde será atualizado para o padrão F-16V, o mais moderno para este modelo. 

Este também é o terceiro incidente do tipo com um F-16 em menos de um mês. No dia 11 de maio, um F-16C da 114ª Ala de Caça da Guarda Aérea Nacional de Dakota do Sul saiu da pista durante o pouso, com o trem dianteiro vindo a colapsar. Dez dias depois, outro F-16C, também da ANG da Dakota do Sul, sofreu um acidente nas mesmas condições.