F-35A JASDF Hakodate
O F-35A no pátio de Hakodate. Imagem: NHK

Um caça F-35A Lightning II da Força Aérea de Autodefesa do Japão (JASDF) fez um pouso de emergência no Aeroporto de Hakodate, norte do país, na quarta-feira (08).

Segundo a JASDF, dois F-35A saíram da Base Aérea de Misawa às 11h15. Durante o voo sobre o Mar do Japão, um dos caças sofreu uma pane não divulgada até o momento. As duas aeronaves chegaram em Hakodate em formação, com a primeira pousando por volta de 12h20. O segundo F-35 também pousou no aeroporto mais tarde, por volta de 13h00.

 

“Ouvi um grande barulho quando estava no banho, então, quando vim ver, o caça estava pousando. Foi uma explosão que eu nunca tinha ouvido”, afirmou um homem que mora perto do aeroporto ao NHK

Segundo o The Japan Times, a pista do aeroporto foi fechada temporariamente devido ao pouso de emergência. A pista foi reaberta para uso logo depois, mas a saída de um voo atrasou cerca de 30 minutos. O F-35A foi levado da pista para o pátio de estacionamento de aeronaves.

Na última semana, um F-16 também da base de Misawa se envolveu em um incidente. A aeronave sofreu uma pane em voo e teve de ejetar seus tanques de combustível, um dos quais acabou caindo em uma área residencial. O caça da Força Aérea dos EUA fez um pouso de emergência em no pequeno Aeroporto de Aomori. 

Em abril de 2019, um F-35A da mesma base caiu no Oceano Pacífico. Após a investigação, o Ministério da Defesa disse que a causa do acidente foi a desorientação espacial do piloto, cujos restos mortais só foram recuperados dois meses após a queda do caça. 

MiG-25

Hakodate é uma cidade localizada na porção norte do Japão, na prefeitura de Hokkaido. Em termos aeronáuticos, o Aeroporto de Hakodate é reconhecido por ter sido o palco de uma das mais famosas histórias de deserção. 

Em 6 de setembro de 1976, o Tenente Viktor Belenko das Forças de Defesa Aérea da União Soviética desertou com seu caça-interceptador MiG-25P Foxbat. Belenko fingiu que seu avião sofreu uma pane, mas fugiu para o Japão e fez um pouso de emergência em Hakodate. 

MiG-25 Hakodate
O MiG-25 de Belenko em Hakodate.

Belenko estourou o pneu do trem pouso dianteiro e acabou ultrapassando os limites da pista, quase colidindo com o localizador da antena. Ele foi preso mas em seguida ganhou cidadania norte-americana, residindo nos EUA até os dias de hoje. Sua família ficou na URSS. 

Já o caça foi capturado e estudado nos mínimos detalhes pelos EUA e o Japão, revelando que o MiG-25 não era o “super avião” que o Ocidente temia. Posteriormente, o MiG foi devolvido à União Soviética. 

DEIXE UMA RESPOSTA