O F-5E acidentado em Melchsee-Frutt. Imagem via Scramble Magazine.

Um caça Northrop F-5E Tiger II da Força Aérea da Suíça caiu na região de Melchsee-Frutt, uma vila de resorts no centro da Suíça, na manhã desta quarta-feira (26). O piloto se ejetou e não se feriu, enquanto o caça de matrícula J-3089, que ostenta a pintura da Patrouille Suisse, equipe de demonstração da Força Aérea da Suíça, caiu na encosta de uma montanha. 

O F-5E acidentado em Melchsee-Frutt. Imagem via Portal Blick.

De acordo com o Ministério da Defesa Suíço, o acidente ocorreu por volta das 09:00 local (04:00 no horário de Brasília) durante uma missão de treinamento com um F/A-18 Hornet. O F-5 havia decolado de Payerne, base sede para os caças desse modelo. O acidente já está sendo investigado. 

O F-5E acidentado em Melchsee-Frutt. Imagem via Portal Blick.

Uma testemunha do acidente conseguiu registrar imagens do F-5E em chamas e da ejeção do piloto. “Quando olhei para cima, vi que o motor de um avião estava queimando e parecia que estava se movendo em direção ao solo”, disse a testemunha, um homem de 50 anos que estava trabalhando no telhado de um hotel, ao portal suíço 20 Minuten.

A princípio ele acreditou que era um exercício militar, sem perceber que o caça da Força Aérea estava caindo. “Eu só vi o piloto sendo catapultado para fora do avião e então o paraquedas abrindo. Foi quando percebi que isso era uma realidade e que o avião estava caindo”, continuou.

O F-5E da Força Aérea Suíça cai em chamas com o piloto recém ejetado ao lado. Foto: testemunha ocular do 20 Minuten.

Uma fração depois, o avião caiu na neve. “Achei que quando batesse na neve seria uma bola de fogo. Mas não ouvi nenhum estrondo e não queimou mais, tanto quanto me lembro”.

O avião foi “apenas atirado na neve como se estivesse deitado sobre algodão e nem mesmo quebrou”. O Tiger F-5 ainda está inteiro na neve. Mas depois que o avião caiu, “pequenos destroços voaram no ar que poderiam ter vindo da queda do avião”.

Segundo o levantamento World Air Forces 2021, da Flightglobal, a Suíça possui 29 F-5E e seis F-5F em serviço. O país adquiriu 110 caças, originalmente, com a maioria sendo vendidas aos Estados Unidos para serem usados como aeronaves aggressor, em treinamentos de combate aéreo. 

O F-5E Tiger II matrícula J-3089 envolvido no acidente nesta quarta-feira. Foto: Adiran Pingstone via WIkimedia.

*Atualizado às 11:44 com imagens e declarações de uma testemunha ocular ao portal suíço 20 Minuten.