FAA diminui classificação de segurança da aviação na Venezuela

Foto - Embraer/Reprodução

A Federal Aviation Administration (FAA) declarou recentemente que a Venezuela não cumpre os padrões básicos de segurança da aviação.

A administração divulgou uma declaração na última sexta-feira (13/12) sobre preocupações com os procedimentos de segurança da Venezuela e, consequentemente, rebaixou a classificação de segurança do país.

Consequentemente, a FAA rebaixou a categoria IASA, ou categoria de Avaliação de Segurança da Aviação Internacional. Isso significa que o país não atende aos padrões da Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO). A FAA não divulgou as violações específicas de segurança da aviação venezuelana.

No início deste ano, em maio, a FAA emitiu uma ordem de emergência que proibia voos dos EUA para a Venezuela. A diretriz foi aplicada a crescente da violência política no país, que a FAA considerou insegura. No entanto, como a diretriz permanece em vigor, a FAA rebaixou a classificação de segurança para a Venezuela da Categoria 1 para a Categoria 2.

Todas as operações de companhias aéreas dos EUA na Venezuela cessaram no início deste ano, logo após a diretriz da FAA. A American Airlines foi a última companhia aérea a cancelar seu serviço no país.

DEIXE UMA RESPOSTA