Boeing 737 MAX FAA
Foto: Boeing/Divulgação

Mais uma vez, a Federal Aviation Administration (FAA) emitiu uma diretriz para o Boeing 737 MAX. A nova diretiva foi publicada ontem (16) e será válida para todas as operadoras do modelo norte-americano.

A diretriz emitida pela FAA ontem, obriga todas as companhias aéreas a realizarem inspeções no sistema de controle de voo em todos os 737 MAX que tenham feito mais de 6 mil horas de voo.

Segundo a FAA, as inspeções obrigatórias são para garantir o funcionamento contínuo do sistema e sem problemas durante toda a vida útil da aeronave e que três inspeções não variadas deverão ser realizadas durante as manutenções programadas.

Ao todo cerca de 461 aeronaves serão verificadas, dentre elas 72 aeronaves operando nos Estados Unidos. Ainda segundo o órgão norte-americano, todas as companhias aéreas dos EUA já realizaram as inspeções iniciais e incluíram nos cronogramas de manutenção de todos os 737 MAX.

 

 

Fonte: Aerotime