Foto - United Airlines

Após a derrubada de um drone da Força Aérea dos Estados Unidos, nesta semana, órgãos que administram parte da aviação civil dos Estados Unidos já tomaram duras atitudes para garantir a segurança dos voos comerciais.

A FAA (Administração Federal de Aviação) determinou que todos os voos comerciais evitem o sobrevoo do espaço aéreo iraniano, a agência afirma que “a proibição está em vigor devido ao aumento das atividades militares e ao aumento das tensões políticas na região”.

A única companhia norte-americana que tem voos entre os Estados Unidos e a Índia, a United, cancelou desde o dia 20 de junho os seus voos entre Newark e Mumbai, na Índia, visto que não há condições operacionais para realizar essa rota.

O Irã é um dos maiores países do Oriente Médio, em tamanho de território, e com certeza isso resulta no acréscimo de algumas centenas de quilômetros voados, para realizar o desvio do espaço aéreo iraniano.