A FAA (Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos) declarou nesta última sexta-feira que vai começar no dia 29 de abril uma avaliação do Boeing 737 MAX, incluindo outros 9 reguladores de segurança da aviação.

A China, Canadá, Brasil, Austrália, Japão, Indonésia, Cingapura, Emirados Árabes Unidos e a Agência Europeia (EASA), confirmaram a participação nesta avaliação da FAA.

A avaliação será da nova atualização de software do Boeing 737 MAX 8, que promete resolver os problemas de respostas erráticas do MCAS em situações adversas.

A atualização foi desenvolvida pela Boeing com base no acidente do 737 MAX 8 da Lion Air, e também possibilitará que a aeronave retome os voos com passageiros

Recentemente a Boeing realizou o último voo de testes do novo software de controle de voo do 737 MAX, mas a fabricante evitou determinar uma data aproximada para os 370 aviões parados retomarem as operações.