FAB Força Aérea Brasileira Hércules C-130 Antártica Covid-19
Foto: Divulgação FAB

Carga foi entregue à Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF), na Baía do Almirantado, que fica na ilha Rei George

Nesta última quinta-feira (26), a Força Aérea Brasileira (FAB) realizou o transporte de vacinas e suprimentos na Antártica. A aeronave C-130 Hércules operada pelo Esquadrão Gordo (1º/1º GT), localizado no Rio de Janeiro (RJ), realizou o lançamento de 30 doses da vacina contra a COVID-19, além de 1.500 quilos de gêneros alimentícios e materiais de apoio à Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF).

Localizada na Baía do Almirantado, na Ilha Rei George, a Estação brasileira permanece guarnecida o ano inteiro com o apoio logístico prestado pela FAB. São realizados cerca de dez voos anuais.

Na EACF são conduzidas diversas pesquisas de interesse para o País, como, por exemplo, a utilização de vegetais nativos para a cura do câncer, além de outras demandas de pesquisas nacionais e de cooperação internacional, fundamentais para a produção científica no Brasil.

Foto: Divulgação FAB

Durante o inverno, o suprimento da Estação se dá somente por meio de lançamento aéreo, com apoio das aeronaves C-130M operadas pelo 1º/1º GT. Nesta operação, o Esquadrão Gordo transporta alimentos e materiais diversos, necessários ao bom funcionamento da EACF, ao chamado “Grupo Base”, composto por militares da Marinha do Brasil. 

Neste contexto, a entrega da carga de vacinas representa mais um marco alcançado pela FAB no apoio ao Programa Antártico Brasileiro.

“Apesar das dificuldades encontradas durante toda a missão, dentre elas as condições climáticas extremas e adversas, a tripulação alcançou o êxito no lançamento aéreo, demonstrando mais uma vez nossa capacidade de atender às demandas de interesse do País”, destacou a Comandante da aeronave, Major Aviadora Joyce de Souza Conceição.

O Esquadrão Gordo foi engajado na Ação de Força Aérea de Ressuprimento Aéreo, modo de apoio prestado em épocas de inverno, quando a única forma de envio de suprimentos da Estação Brasileira é via lançamento de carga, devido ao congelamento da Baía do Almirantado.

 

Via: Força Aérea Brasileira

DEIXE UMA RESPOSTA