C-130M Força Aérea Brasileira (Imagem Ilustrativa)

A Força Aérea Brasileira (FAB) planeja aposentar seus C-130/KC-130 Hércules em 2024, a informação foi passada em uma entrevista do Brigadeiro Malta ao Correio Brasiliense, na semana passada. O militar em questão é o presidente da Comissão Coordenadora Aeronave de Combate (COPAC).

A FAB tem hoje 22 unidades do C-130 Hércules, no entanto, “nem todas elas estão em condições de operar”, disse o Malta.

C-130M Hércules da FAB

A história do Gordo (como o Hércules é conhecido na FAB) começou nos anos 60, e existiram versões diferentes da aeronave, sendo que ‘versão H’, passou por uma modernização e passou a ser designada ‘M’, um dos destaques da atualização foi o glass cockpit.

C-130 Hercules da FAB. Foto: CECOMSAER / FAB

Hoje a FAB conta com quatro unidades do KC-390 Millennium, de 28 unidades que irão substituir os clássicos Hércules. A entrega dos KC-390 deverá ser concluída em 2027.

As aeronaves estão em constante voos em prol da Operação Covid-19, além disso, o avião já foi para o exterior, onde realizou um exercício operacional internacional e também testes em clima de extremo frio.

Frota dos KC-390 Millennium da FAB- Foto: Sgt Bianca-FAB

Outro assunto comentado pelo brigadeiro foi sobre o cronograma em dia do caça Gripen. A FAB deve receber ainda este ano as quatro primeiras unidades operacionais do caça. A força aérea vai operar no total 36 vetores.

Ainda sobre esse assunto o brigadeiro disse na entrevista que o desenvolvimento do caça Gripen vai gerar mais de 20 mil empregos diretos e indiretos.

Leia mais sobre esse e outros temas da entrevista, clicando aqui.