Foto: Ministério da Defesa/Divulgação.

Mesmo no Carnaval, as Forças Armadas coordenaram a distribuição de insumos hospitalares no estado do Amazonas de forma ininterrupta, avançando no combate contra o COVID-19.

A Força Aérea Brasileira (FAB) transportou 354 cilindros de oxigênio de Manaus, no Amazonas, para Parintins, Eirunepé, Tabatinga e Carauari, no interior do estado.

Foto: Ministério da Defesa/Divulgação.

Em contrapartida, a capital amazonense recebeu mais 63 tanques de oxigênio líquido, que saíram de Brasília, no Distrito Federal, e outras cinco usinas para produção do insumo hospitalar enviada do município de Guarulhos, em São Paulo.

Os equipamentos foram transportados pelas aeronaves C-130 Hercules e KC-390 Millennium dos esquadrões Gordo e Zeus, que também transportaram Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), medicamentos e materiais hospitalares para reforçar o combate ao novo coronavírus.

Foto: Ministério da Defesa/Divulgação.

As ações refletem o esforço militar no combate à pandemia no decorrer da Operação Covid-19. A força-tarefa para salvar vidas, também, remanejou pacientes dos municípios de Tabatinga, Coari e Tefé para tratamento nas unidades de saúde em Manaus. Nessa etapa, 41 pacientes foram transferidos.

Em apoio ao Amazonas, a FAB soma, desde o dia 07 de janeiro, 1.920 horas de deslocamentos acumulados em 225 voos, dos quais 69 foram para remoção de pacientes com transferência de 725 pessoas.

Os outros 156 voos seguiram para apoio logístico com o transporte de mais de 2.454 toneladas de insumos e equipamentos.


Via Ministério da Defesa