FAB transporta 13,2 toneladas de insumos e medicamentos para o Amapá (AP)

Às 9h30 deste domingo (7), a aeronave C-130 Hércules FAB 2475, operada pelo Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Transporte (1º/1º GT) – Esquadrão Gordo, decolou da Ala 11 – Base Aérea do Galeão, no Rio de Janeiro (RJ), com 13,2 toneladas de insumos e medicamentos.

A aeronave seguiu em voo direto para Macapá, capital do Amapá (AP), onde pousou às 15h15 (horário de Brasília). A missão de Transporte Aéreo Logístico ocorre em apoio à Operação COVID-19.

Dentre os insumos estão: sabão líquido, medicamentos, álcool em gel, alimentos e materiais institucionais da Cruz Vermelha, que fez a doação para contribuir com o reabastecimento de municípios do Amapá e auxiliar no combate ao novo Coronavírus. A operação, deflagrada pelo Ministério da Defesa (MD), ocorre sob a coordenação do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) junto ao Centro de Operações Conjuntas (COC) do MD. 

O Comandante da aeronave, Capitão Aviador Renan Nunes Leão, destaca a importância da missão. “Para nós, do Esquadrão Gordo, é uma satisfação imensa colaborar com a sociedade. Transportar esses materiais, sem dúvida, vai ajudar a população de Macapá a combater a pandemia da COVID-19”, salientou.

Para o loadmaster (mestre de cargas) da aeronave, Sargento Lucas Feitosa Vicentino, fazer parte da missão de combate ao novo Coronavírus é motivo de satisfação.

“É uma ação importante ajudar os brasileiros daquela região levando materiais para quem precisa nesse momento”, disse.

 

Operação COVID-19


Proteger os cidadãos é uma das funções precípuas das Forças Armadas. Nesse intuito, o Ministério da Defesa, a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira enfrentam, juntos, a pandemia de COVID-19 no país.

A Operação ocorre em um espaço territorial de grandes proporções, nas 27 unidades federativas, com características e necessidades diferentes e com uma população de cerca de 210 milhões de pessoas.

As ações envolvem descontaminação de espaços públicos, doações de sangue, transporte de medicamentos e equipamentos de saúde, distribuição de kits de alimentos para pessoas de baixa renda, higienização de lugares públicos, doação de refeições para caminhoneiros, dentre outras.

Na execução dessas atividades, os militares atuam organizados em dez Comandos Conjuntos que cobrem todo o território nacional, bem como no COMAE. Esses Comandos reúnem militares das três, que desenvolvem esforços no cumprimento das missões.

 

Via – FAB

DEIXE UMA RESPOSTA