Assentos paletizados no interior do KC-390. Foto: Ten. Brig. baptista Jr.

Na última quarta-feira (30), a Força Aérea Brasileira empregou pela primeira vez os assentos paletizados no compartimento de cargas do KC-390 Millennium, adquiridos para uso em voos longos e de comitivas. Os equipamentos foram usados para transportar o Presidente da República, Jair Bolsonaro, e demais autoridades para a solenidade de entrega da estação radar de Ponta Porã (MS)

A oportunidade também marcou a primeira vez que o KC-390 foi usado para transportar o Presidente. Em seu Twitter, o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro Carlos de Almeida Baptista Jr., destacou que toda aeronave da FAB que tiver o Presidente a bordo recebe o código de chamada “FORÇA AÉREA 01”. No voo, o KC-390 também foi escoltado por um caça F-5EM Tiger II do Esquadrão Jaguar (1º GDA), unidade com sede na Ala 2, em Anápolis, que será a primeira a receber os primeiros F-39 Gripen operacionais.

O tricampeão de Fórmula 1 Nelson Piquet também esteve presente no voo para o Mato Grosso do Sul, onde ele e o Tenente-Brigadeiro conversaram. 

Sem os assentos, os passageiros seriam transportados em assentos de “lona” instalados em fileiras duplas, como na foto abaixo, registrada durante o Exercício Culminating, realizado nos Estados Unidos. 

Tropas paraquedistas do Exército Brasileiro são transportadas no compartimento de cargas do KC-390 Millennium durante o Exercício Culminating, realizado nos EUA. Foto: Sgt. Bianca Viol/FAB.

Atualmente a Força Aérea possui quatro KC-390 em serviço com o Esquadrão Zeus (1º GTT), unidade que também tem como sede a Ala 2. O contrato original previa a aquisição de 28 unidades, no entanto, no dia 26 de maio, a FAB anunciou que o negócio com a Embraer seria revisado, alegando falta de orçamento.

Em entrevista ao Valor Econômico, o Brigadeiro Baptista Jr. afirmou que entre 13 e 16 aeronaves serão adquiridas no contrato atual. Ao que tudo indica, as 28 unidades serão adquiridas, mas em contratos diferentes. 

O cargueiro tático multimissão da Embraer pode transportar até 80 soldados totalmente equipados, 66 paraquedistas ou 26 toneladas de carga. Sua outra missão principal é o reabastecimento de aeronaves em voo. O KC-390 também pode ser usado em missões de busca e salvamento e a Embraer está desenvolvendo sua capacidade de combate a incêndios. Além da FAB, Portugal e Hungria também adquiriram o avião. 

Os quatro KC-390 no pátio da Ala 2. Foto: Sgt. Bianca Viol/FAB.

DEIXE UMA RESPOSTA