Verão Fernando de Noronha
Foto: Agência Brasil

Em mais uma flexibilização do protocolo para o turismo em Fernando de Noronha, visitantes e moradores não vão mais precisar apresentar o exame negativo para a Covid-19 no momento do embarque para a ilha. A medida passa a valer a partir da próxima sexta-feira (15).

Permanece, no entanto, a obrigatoriedade da apresentação da carteira digital de vacinação, com pelo menos duas doses da vacina. Para pessoas de 55 anos ou mais, também é necessária a comprovação da dose de reforço.

Uma outra mudança no atual protocolo será a exigência de pelo menos uma dose da vacina para adolescentes de 12 a 17 anos. Crianças até 11 anos não precisam apresentar carteira de vacinação.

“A medida em que houver novos avanços na vacinação contra a Covid no país, passará a ser exigido o esquema vacinal completo também para os menores de 18 anos. É uma proteção a mais, tanto para quem visita, quanto para quem vive em Noronha”, complementa o superintendente em Saúde da ilha, Fernando Magalhães.

A testagem dos visitantes na saída de Noronha será mantida, porém de forma reduzida. Em vez de 30% dos passageiros sorteados para o exame, agora serão testados 20%.

“Os avanços da vacinação e a redução dos números da Covid no país nos dão a segurança de flexibilizar um pouco mais o protocolo, mas sem abrir mão da exigência da vacina, assegurando que todos que entram na ilha estejam imunizados e, consequentemente, com um risco menor de contrair a doença”, ressalta o administrador de Fernando de Noronha, Guilherme Rocha.

Fernando de Noronha tem 100% de sua população adulta vacinada com pelo menos duas doses. A Secretaria de Saúde do Estado e a administração da ilha permanecem monitorando a imunidade dos moradores, com o estudo epidemiológico, que iniciará uma nova fase na próxima semana.

 

Via: Governo de Fernando de Noronha