Foto: Força Aérea das Filipinas.

A Força Aérea das Filipinas (PAF) aterrou completamente sua frota de helicópteros S-70i Black Hawk recém-recebidos depois que um acidente fatal matou seis militares na noite de quarta-feira (23). 

A aeronave acidentada foi recebida em 2020 e faz parte de uma compra de 16 helicópteros, avaliada em US$ 241 milhões. Os S-70i são fabricados na Polônia pela PZL Mielec, uma companhia subsidiária da Lockheed Martin, que também é dona da Sikorsky, fabricante original do modelo.

Seis helicópteros foram entregues ao país em novembro do ano passado, com mais cinco chegando às Filipinas no início de junho. É previsto que as aeronaves restantes sejam entregues ainda neste ano. Em fevereiro, o presidente filipino Rodrigo Duterte aprovou a aquisição de mais 15 aeronaves

Segundo porta-voz da Força Aérea das Filipinas, Tenente-Coronel Maynard Mariano, o Black Hawk da 205th Tactical Helicopter Wing havia decolado da Base Aérea de Clark por volta das 20h00 e se acidentou a poucos quilômetros da Base Aérea Coronel Ernesto Rabina, na região de Tarlac. Os militares ficaram preocupados quando não receberam contato dos tripulantes e militares a bordo da aeronave por volta das 22h00. 

Ele acrescentou que a Força Aérea conduzirá uma investigação completa para determinar as circunstâncias do incidente. “Por enquanto, todos os outros Black Hawks não serão voados até a conclusão da investigação”, disse Mariano.

Entrega do segundo lote de aeronaves em junho. Foto: Força Aérea Filipina.

“Nós, do Departamento de Defesa Nacional, estendemos nossas mais profundas condolências às famílias dos três pilotos e três aviadores de um helicóptero S-70i Black Hawk da PAF que morreram quando sua aeronave caiu nas proximidades de Crow Valley, perto da Base Aérea de Clark, Pampanga, depois de realizar um voo noturno de proficiência na noite de quarta-feira, 23 de junho”, disse o Ministro da Defesa Delfin Lorenzana em comunicado divulgado ontem. 

DEIXE UMA RESPOSTA