Fim de uma era: American Airlines realiza último voo com o Boeing 767

Foto: Gabriel Melo

Ontem, 31 de março, a American Airlines operou o que pode ter sido o último voo realizado com um Boeing 767.

A companhia aérea planejava interromper os voos com a aeronave em 2021 inicialmente. No entanto, com as operações enfrentando um período de recessão, essa aposentadoria parece ter chegado mais cedo, e antes estava programada para maio de 2020.

A empresa espera receber 22 aeronaves Boeing 787-8 para substituir os 767, que estão de saída. Enquanto isso, algumas rotas que operam o 767 serão interrompidas para permitir que o AA voe para outros destinos.

Os primeiros Boeing 767 que entraram na frota da American chegaram em novembro de 1982. No total, a companhia aérea operou 107 aeronaves desde modelo, até mesmo do 767-200. Anteriormente, o menor modelo o 767-200 estava em uso antes do 767-300 ser adotado pela primeira vez em 1988. 

“A American anunciou no início deste mês que aceleraremos a aposentadoria de nossas aeronaves Boeing 757 e 767 restantes”, disse o porta-voz.

“Fazer isso remove da frota aeronaves mais antigas e com menor consumo de combustível do que o planejado originalmente e evita custos desnecessários de manutenção e combustível. Continuamos a aperfeiçoar nossos horários de voo e requisitos de frota com base na demanda”, concluiu.

A American disse: “O Boeing 767 foi muito leal as suas operações e permitiu a American um crescimento muito significativo durante esses anos todos, foi uma aeronave muito importante na historia da empresa. Sem ela nos anos 80 talvez alguns mercados não seriam possíveis sem esse belo jato.”


Alguns aviões 767 já foram enviados a Roswell(ROW) nos EUA, aonde se tem um deserto de armazenamento de aeronaves. As aeronaves de matrícula N347AN e N348AN já estão em solo para o seu descanso final.

 

DEIXE UMA RESPOSTA