Ilyushin IL-96-300 Rússia
Foto: United Aircraft Corporation PJSC

O Ministério de Defesa da Finlândia declarou em uma nota oficial que um Ilyushin IL-96-300 da Rússia violou o espaço aéreo do país no dia 08 de abril.

De acordo com as informações divulgadas, a aeronave adentrou no espaço aéreo finlandês durante 3 minutos, um curto período. Mas como agravante no mesmo momento da Finlândia sofria um ataque hacker em sites e sistemas governamentais.

No mesmo momento do ataque hacker, e também do IL-96 adentrando por poucos momentos o espaço aéreo da Finlândia, o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky estava fazendo um discurso para o parlamento finlandês, através de uma transmissão online.

A Finlândia provavelmente criou todo esse alerta sem tantos motivos. De acordo com dados do FlightRadar 24, o IL-96 que é uma aeronave de transporte de passageiros, realizou um voo entre Moscou e Berlim no dia 08, sobrevoando o Mar Báltico, retornando horas depois para Moscou.

O voo provavelmente foi realizado para transportar diplomatas russos que foram expulsos da Alemanha e da França nos dias anteriores. O voo militar é justificado pelo isolamento de Moscou com os países europeus, onde os voos comerciais foram todos cancelados após um bloqueio do espaço aéreo.

Dados do ADS-B mostram que o IL-96 não chegou a violar o espaço aéreo finlandês, apesar da proximidade do voo com o território da Finlândia pelas próprias características da operação, contornando o bloqueio do espaço aéreo europeu. Devemos considerar, no entanto, que dados obtidos do sistema ADS-B podem ser mais imprecisos, comparando com os radares em solo.