Finnair espera conseguir empréstimo com o governo no valor de US$ 488 milhões

A companhia finlandesa, Finnair, anunciou hoje(16/12) que está em busca de conseguir um empréstimo através do governo. O valor pedido foi de US$ 488 milhões sem garantias, o pedido foi enviado e agora aguarda avaliação tanto do governo da Finlândia como da União Europeia.  

O pedido de empréstimo ainda deverá passar por avaliação, espera-se que algumas condições também sejam impostas. Atualmente o patrimônio liquido da Finnair tem valor aproximado de € 940 milhões (US$ 1,14 bilhões), com reservas de € 725 milhões (US$ 884 milhões). 

A Finnair solicitou o empréstimo para conseguir ter acesso ao seu patrimônio e estar preparada para uma possível nova onda da pandemia. Em alguns países da Europa, a segunda onda já se iniciou, e as companhias aéreas estão se preparando da melhor forma para enfrentar.

O governo atualmente detém de 55% de participação na companhia aérea, desde março quando iniciou a pandemia. Através de um acordo, o governo concedeu um empréstimo de US$ 600 milhões para manter a empresa ativa. O momento era delicado pois a maioria dos destinos operados pela Finnair estavam com as fronteiras fechadas.

Um novo empréstimo daria mais tranquilidade a companhia continuar operando com boas ressalvas. A Finnair tem um padrão mais premium, o que exige um pouco mais de investimentos para manter. Atualmente a companhia opera com 10% de sua capacidade total.

“O estado está empenhado em atuar como proprietário âncora responsável para a Finnair. A localização geográfica da Finlândia é desafiadora e, portanto, não conseguiremos sem conexões aéreas em funcionamento.” Disse o Ministro Tytti Tuppurainen.

A companhia tem planejado a sua malha de 2021 para se adequar a nova realidade de demanda. A Finnair ainda planeja realizar novas conexões dentro de suas condições, além disso a companhia iniciou o ano de 2020 bem fortalecida. Até o momento da pandemia se alastrar, a empresa detinha ótimos números de passageiros e receita.


“O empréstimo híbrido seria uma faceta importante para garantir nossa estabilidade financeira se a recuperação do tráfego aéreo for mais lenta do que o esperado. Durante 2020, implementamos vários acordos de financiamento a fim de fortalecer nossas finanças e permitir uma estrutura de custos com boa relação custo-benefício, e planejamos continuar essas medidas ”. Disse o CEO da Finnair, Topi Manner.

DEIXE UMA RESPOSTA