Foguete da Boeing lança curioso Space Shuttle da Força Aérea dos EUA

Foto - USAF

A Boeing, através da ULA, lançou hoje (17/05) o curioso e quase secreto pequeno Space Shuttle da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF).

O veículo X-37B foi lançado através de um foguete Atlas V utilizado pela ULA, uma união das divisões espaciais da Boeing e Lockheed Martin. Todo o procedimento foi realizado no Space Launch Complex 41 na Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral aqui às 9h14 da manhã EDT (1314 GMT).

O lançamento de hoje ocorreu apenas seis meses após a missão mais recente, OTV-5, aterrissar no Centro Espacial Kennedy da NASA, na Flórida, em 2 de outubro de 2019, completando uma permanência recorde de 780 dias (pouco mais de dois anos) no espaço.

Gerenciado pelo Escritório de Capacidades Rápidas da Força Aérea, o programa X-37B realiza redução de riscos, experimentação e conceito de desenvolvimento de operações para reutilizáveis tecnologias de veículos espaciais.

Foto – USAF

O veículo tem cerca de 8,8 metros de comprimento e 2,9 m de altura, com uma envergadura de apenas 4,6 m. O desenho é bem semelhante a da famosa Space Shuttle, porém as dimensões são menores, visto que se trata apenas de um veículo para cargas de pequeno porte.

O compartimento do X-37B para transporte de cargas tem apenas 2,1 metros de comprimento por 1,2 metros de largura, com uma profundidade de 1,2 metros. A espaçonave é lançada do mesmo modo que um Space Shuttle, colocada na vertical junto com um foguete, ela pesa no lançamento 4990 quilogramas.

O pouso é realizado em uma pista comum, de pousos e decolagens, com uma única tentativa, a pista utilizada é a mesma do conhecido Space Shuttle, a do Centro Espacial Kennedy, na Flórida. O avião espacial é projetado para operar em altitudes que variam de 177 a 805 km, sempre em órbita baixa. 


A capacidade distinta de testar novos sistemas no espaço e devolvê-los à Terra é exclusiva do programa X-37B e permite que EUA para desenvolver de maneira mais eficiente e eficaz os recursos espaciais necessários para manter a superioridade no domínio espacial.

Esta é a principal espaçonave reutilizável e não tripulada da Força Aérea, fornecendo desempenho e flexibilidade para melhorar as tecnologias de uma maneira que permita que cientistas e engenheiros recuperem experimentos testados em um ambiente espacial de longa duração.

 

Veja o lançamento no vídeo abaixo:

DEIXE UMA RESPOSTA