Caça Rafale DQ do Catar- Foto: Dassault Aviation

O Catar recebeu no último dia 3, segundo lote de caças Rafale de produção francesa da Dassault Aviation. Os cincos caças pousaram na Base Aérea de Tamim, Catar e foram acompanhadas por um Boeing C-17 Globemaster III também da Força Aérea do Catar que trouxe demais equipamentos.

Neste lote de cinco caças estavam compostas pelas seguintes aeronaves; dois Rafales DQ (Biplace), de matrículas QA202 e QA203 e três Rafales EQ (Monoplace), cujo matrículas são QA217, QA219 e QA221.

Caças Rafales perteencentes ao segundo lote, Foto:Maciejka Swiderek

O primeiro Rafale do Catar chegou ao país em fevereiro deste ano, o primeiro lote foi entregue no mês passado, que foi acompanhada por uma cerimônia de entrega contou com a presença do líder do país, Sheik Tamim bin Hamad Al Thani.

O Governo do Catar encomendou ao todo 36 unidades do caça de 4.5 geração da França, sendo 24 encomendados em 2015 e outros 12 em 2017, o país árabe pode se tornar o segundo maior operador do caça Rafale depois da França.

Caça Rafale EQ e ao fundo um C-17 Globemaster III do Catar- Foto: Maciejka Swiderek

“Pela quarta vez em nossa longa e confiável parceria com o Qatar, uma aeronave da Dassault servirá orgulhosamente na Força Aérea Qatari Emiri”, disse na época o diretor executivo da Dassault, Eric Trappier.

Apesar de ser uma pequena nação, boa parte do território do Catar tem petróleo e o país tem problemas com a Árabia Saudita. Com isso o  governo não mede esforços para a proteção desde bem maior.

Foto oficial da entrega dos cinco primeiros Rafales do Catar: Foto: Ministério da Defesa do Catar

Tanto que o Departamento de Defesa dos EUA autorizou a compra dos caças pelo Catar. O país ainda terá como carro chefe de sua força aérea, o Boeing F-15QA, um Eagle excluisvo para a pequena na nação, os F-15QA já começaram a ser construídos. 

McDonnell Douglas F-15 (imagem apenas ilustrativa para a matéria). Os F-15 QA estão sendo fabrcados nos EUA pela Boeing Via-Web

Não bastante ter um força aérea composta de caças F-15 QA e Rafales o Catar está interessado em adquirir de 24 Eurofighter Typhoons, seis BAEs Systems Hawks para treino avançado, 48 Apaches Boeing AH-64E, 28 NH Industries NH90s. No cenário dos aviões de grande porte existem quatro Boeing C-17 Globemaster IIIs; e quatro Lockheed Martin C-130J Hercules. O Estado-País também precisa de reabastecedores para apoiar essa rica frota de caças e para isso o país pode adquirir (ou ambos) o Transporte de Petroleiro de Múltiplos Papéis (MRTT) Airbus Defence and Space A330 e Boeing KC-46A Pegasus.

Fonte de apoio: Scramble Magazine/ Edição: Arquivos da Aeroflap