SpaceX Starship (Segundo Estágio)

A SpaceX de Elon Musk recebeu um contrato de US$ 102 milhões da Força Aérea dos EUA (USAF) para o desenvolvimento do uso do foguete Starship como um sistema de transporte ponto a ponto na Terra. 

O contrato tem duração de cinco anos e foi concedido à gigante do ramo espacial pelo Laboratório de Pesquisa da Força Aérea (ARFL). O objetivo do investimento milionário é explorar a possibilidade de usar o Starship para transportar cargas de interesse do Departamento de Defesa para qualquer ponto do globo.

Musk anunciou, ainda 2017, um plano para usar a Starship para viagens “terra a terra”. Recentemente, com os testes bem-sucedidos da plataforma, a ideia voltou ao público e chamou a atenção de várias estruturas governamentais, aponta o Aerotime

Continua depois do anúncio

No ano passado, a USAF declarou o Rocket Cargo como um dos quatro programas Vanguard, destinando US$ 9,7 milhões em seu orçamento para explorar a ideia. O programa também está presente no orçamento da USAF para 2022, que lhe destina US$ 47,9 milhões. Os US$ 102 milhões adicionais constituem um avanço significativo em comparação com esses números. 

O novo contrato ajudará a determinar exatamente o que um foguete pode alcançar quando usado para transporte de carga, qual é a verdadeira capacidade, velocidade e custo do sistema integrado”, disse Greg Spanjers, gerente do programa Rocket Cargo, ao Space News.

Continua depois do anúncio

De acordo com o contrato, o ARFL coletará dados durante os lançamentos comerciais da Starship, explorará a compatibilidade de seu compartimento de carga com os contêineres usados ​​pelo Comando de Transporte dos EUA, pesquisará sistemas de pouso e, eventualmente, demonstrará o processo de lançamento e pouso de uma nave estelar carregada. 

Starship SpaceX

“Estamos, portanto, explorando uma gama mais ampla de novas trajetórias para mitigar problemas de sobrevoo, explorando uma ampla gama de opções de pouso para locais austeros, pesquisando fatores humanos ao pousar perto de populações e integrando uma gama mais ampla de carga, incluindo suprimentos médicos”, disse Spanjers. 

Continua depois do anúncio

Em muitos aspectos, o contrato é semelhante a outro concedido pelo Comando de Transporte à SpaceX, juntamente com outra corporação chamada XArc em 2020, destinada a explorar as aplicações do transporte rápido pelo espaço. 

Se realizados, os voos ponto a ponto da Starship permitiriam que passageiros e cargas fossem entregues em qualquer local da Terra em poucos minutos. 

Continua depois do anúncio