Créditos: twtext

A Força Aérea Indiana alegou que aeronaves chinesas IL-78 que cumprem missão de reabastecimento em voo foram deslocadas para a região de Skardu. Além disso ainda é alegado por parte dos indianos que há uma maior movimentação por parte da China em Eastern Ladakh.

As duas nações passando por tensões desde a morte de alguns soldados indianos na região já citada de Ladakh.

Imagens de satélite mostram uma grande aeronave em Skardu, o que reforça as alegações chinesas.

Ambas as nações enviaram várias aeronaves e tropas para a região de fronteira entre as duas nações e estão sob estado de alerta.

SU-30 MKI. Foto/Divulgação Twitter Indian Airforce

Segundo algumas fontes não identificadas a cerca de 27 caças SU-27 chineses na base aérea de Hotan, em Xinjiang.

Por efeito de comparação, vale ressaltar que do lado chinês, ainda conta-se os caça SU-30, e os caças nacionais J-10, JF-17 e talvez até o furtivo J-21.

Do lado indiano encontram-se caças SU-30MKI, Mig-29, Miig-21, Mirage 2000 e os nacionais HAL Tejas. O lotes de Rafale ainda são poucos e mais unidades serão entregues aos indianos.


A Índia também enviou os sistemas SAMs paraa região da setor de Ladakh Oriental. Os SAMs são poderoos e eficazes sistemas de defesa aérea.

 

DEIXE UMA RESPOSTA