Um par de PC-21 da Força Aérea Francesa. Com o pedido de nove unidades, a França terá 26 aeronaves do modelo em sua frota. Foto: Pilatus.

O Exército do Ar e Espaço (Força Aérea Francesa) adquiriu mais nove aeronaves de treinamento Pilatus PC-21, informou a fabricante suíça na manhã de hoje (16). Os turboélices irão substituir os jatos Dassault-Dornier Alpha Jet. 

O contrato, cujo valor não foi revelado, foi assinado pela Direcção Geral de Armamentos dentro do contrato F-AIR 21 (Cognac Formation Aero SAS France), onde a Pilatus atuará como a subcontratada exclusiva para o fornecimento das nove aeronaves e outros sistemas de treinamento de base e peças sobressalentes. 

PC-21 francês. Foto: Pilatus.

“As avaliações francesas são altamente profissionais, o que mais uma vez nos prova que oferecemos o melhor sistema de treinamento do mundo neste mercado. Estou muito satisfeito que o Exército do Ar e Espaço tenha optado por mais PC-21 Obrigado por confiar na Pilatus e em nosso PC-21. O Exército do Ar e Espaço sempre pode contar com nosso melhor atendimento”, disse o CEO da Pilatus, Markus Bucher. 

Painel do cockpit traseiro do PC-21. Foto: Pilatus.

As aeronaves serão baseadas na Base Aérea 709 Cognac-Châteaubernard a partir de 2023. Desde 2018 o local já sede dos PC-21, originalmente adquiridos pela França em 2017. Os primeiros pilotos concluíram o treinamento em 2020. Com o último pedido, a frota francesa de PC-21 aumentará para um total de 26.

Além da Suíça e da Espanha, a França é o terceiro país europeu a adotar o modelo. Mais de 230 PC-21 estão agora em serviço com nove forças aéreas em todo o mundo. O PC-21 também é usado para treinar futuros pilotos de teste na Escola de Pilotos de Teste Empire em Boscombe Down, Inglaterra.

DEIXE UMA RESPOSTA