Dassault Rafale- Foto/Divulgação Dassault Aviation

Os ministros da defesa da França e Grécia presenciaram hoje a assinatura do contrato de US$ 3,04 bilhões (2,5 bilhões de euros) para a aquisição de 18 caças Dassault Rafale. A compra foi aprovada por parlamentares gregos no início desse mês. 

Nikos Panagiotopoulos e sua contraparte francesa, Florence Parly, observavam enquanto Theodoros Lagios, diretor-geral de armamentos e investimentos do Ministério da Defesa da Grécia, e Eric Trappier, presidente e CEO da Dassault Aviation, assinavam o contrato que cobre 12 caças usados, vindos dos estoque da Força Aérea Francesa, seis caças novos e armamentos. Um segundo contrato foi assinado para suporte logístico da aeronave.

Após a cerimônia de assinatura, Parly comentou o quão satisfeita estava pelo fato da Grécia ter feito uma “escolha decididamente europeia” ao optar pela aeronave de fabricação francesa, tornando-se assim o primeiro cliente europeu de exportação do caça Dassault Rafale.

Caças Dassault Rafale do Qatar. Foto: Anthony Pecchi/Dassault.

A entrega das unidades usadas começa em julho desse ano, em uma taxa de uma por mês, com previsão de término para o início de 2023. As aeronaves novas serão entregues em 2022. O contrato de suporte logístico apoiará os Rafales gregos por quatro anos e meio, “mantendo a disponibilidade de equipamentos e sistemas no mais alto nível”, de acordo com um comunicado da fabricante.

Atualmente, o Rafale está em serviço com o Egito, Qatar, Índia e França.

Via Defense News