Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

Caças Rafale e aeronaves de transporte A400M Atlas são alguns dos ativos que participarão do exercício Volfa 2021. Foto: Força do Ar e Espaço Francesa.

Entre 27 de setembro e 15 de outubro deste ano, a Força Aeroespacial Francesa (Armée de l’Air et de l’Espace – AAE) estará hospedando o exercício multinacional Volfa 2021, com a participação da Alemanha, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Inglaterra, Espanha e Suíça. 

Segundo a AAE, o Volfa será realizado a partir das bases aéreas 118 Mont-de-Marsan e 120 de Cazaux, constituindo uma etapa essencial para as forças aéreas estarem no encontro de operações. Quase 50 aeronaves militares estão participando, incluindo caças Dassault Rafale, F/A-18 Hornet e Eurofighter Typhoon, drones MQ-9 Reaper, aeronaves de transporte A400M Atlas e C-130J Super Hércules, helicópteros, aviões de inteligência e detecção.

O exercício Volfa 2021 gira em torno de 25 ataques aéreos complexos, diurnos e noturnos, em um cenário de treinamento de combate de alta intensidade. Serão realizados voos de  superioridade aérea, reconhecimento, projeção de força e missões de proteção para forças desdobradas.

Rafale F3R e CC-130J Super Hercules da Força Aérea Real Canadense durante o Volfa 2021. Foto: Força do Ar e Espaço Francesa.
O cenário montado para a simulação põe as nações em uma força tarefa conjunta trabalhando para defender uma nação invadida por um país controlado por um ditador: “Estamos lá, depois de seis meses de tensões em Greyland e de acordo com a resolução 1805 das Nações Unidas, a França se prepara para lançar a Operação Volfa. O objetivo é proteger as populações civis contra as forças armadas de Marko Ramius, presidente da Redland. É lançado o cenário para a edição de 2021 do exercício, recriando uma complexa operação internacional”, explica a Força Aérea Francesa
 

Ironicamente, Marko Ramius é um nome que deve soar na cabeça de alguns leitores. Em 1990, o ator Sean Connery interpretou o Capitão Marko Ramius, oficial comandante do submarino soviético ‘Outubro Vermelho’, no filme Caçada ao Outubro Vermelho, dirigido por John McTiernan. Connery, que ficou mais famoso ao interpretar o agente secreto britânico James Bond, faleceu no dia 31 de outubro de 2020 aos 90 anos.

Sean Connery interpretou o Capitão Marko Ramius no filme Caçada ao Outubro Vermelho (1990). No exercício, o nome do personagem foi usado no líder da nação inimiga imaginária.

A operação foi lançada pela França ao lado de seus parceiros alemães, canadenses, belgas, britânicos, dinamarqueses e espanhóis. Além das aeronaves, uma fragata multimissão da Marinha Francesa, tropas paraquedistas e controladores aéreos avançados do Exército Francês também participarão de certas missões do exercício Volfa. Completando os ativos do exercício, tropas de Comandos Aéreos, centros de detecção e controle e sistemas de defesa terra-ar (Mamba e Crotale) serão implantados para treinamento de combate cobrindo todo o espectro de operações aéreas.

A esses recursos somam-se aeronaves aliadas ou inimigas simuladas utilizando ferramentas de realidade aumentada de última geração. Estas novas tecnologias, implementadas pelas equipas do Military Air Expertise Centre (CEAM), permitem manter o Volfa 2021 em uma qualidade ideal, com condições o mais próximas possível.

Helicóptero CH-146 Griffon com um CC-177, ambos da RCAF. Foto: Força do Ar e Espaço Francesa.

DEIXE UMA RESPOSTA